https://periodicos.ufrn.br/informacao/issue/feed Revista Informação na Sociedade Contemporânea 2020-10-14T12:41:16+00:00 Nancy Sánchez Tarragó risc.decin@gmail.com Open Journal Systems <p style="margin: 0px;"><span style="margin: 2px;"> <strong>Escopo:</strong>&nbsp;</span>A Revista Informação na Sociedade Contemporânea (RISC)&nbsp; é uma publicação vinculada ao Departamento de Ciência da Informação e ao Programa de Pós-graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Configura-se como um canal de socialização dos resultados de estudos e pesquisas realizados na Ciência da Informação, Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e áreas afins. O periódico é semestral, de acesso aberto, com avaliação duplo-cego&nbsp; e aceita publicações originais de docentes, pesquisadores, discentes e profissionais.&nbsp;</p> <p style="margin: 0px;">&nbsp;</p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"><strong>Área do conhecimento</strong>: Ciência da Informação <strong>e-ISSN</strong>:2447-0198 <strong>Contato</strong>: <a title="E-mail" href="mailto:nvanti@hotmail.com" target="_blank" rel="noopener">risc.decin@gmail.com</a></p> https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/19899 Processo de captação de conhecimento 2020-10-14T12:41:16+00:00 Aguinaldo Ferreira Santos aguinaldo.santos@ufpr.br Edelvino Razzolini Filho razzolini@razzolini.adm.br <p>O objetivo deste texto foi verificar como indústrias de transformação no Estado do Paraná, que utilizam o Sistema Toyota de Produção, realizam o processo de captação e retenção de conhecimento dos seus colaboradores. O que embasa e justifica o estudo é a importância que existe em conhecer o cenário em que as empresas estão inseridas, seus concorrentes, suas dificuldades e pontos de melhoria. Para atingir o objetivo e esclarecer o problema proposto adotou-se uma metodologia quantitativa, com dados primários obtidos pela pesquisa aplicada e dados secundários obtidos da observação das empresas através de sítios on-line. O estudo foi realizado em indústrias de transformação, com mais de vinte funcionários, no Estado do Paraná. Em relação aos resultados verificou-se que os respondentes, de uma forma geral caracterizam a empresa em que trabalham como um potencial captador das informações em forma de conhecimento adquirido e, ainda, que são registrados para uso futuro, em forma de “lições aprendidas”. Restou evidenciado que as empresas respondentes da pesquisa utilizam de ferramentas para captar e reter o conhecimento de seus colaboradores. Além disso, foi possível caracterizar as empresas como facilitadoras de ambientes de troca de conhecimento entre os funcionários, pois existe disponibilização de espaços para a socialização dos funcionários, como preconiza o modelo SECI de Nonaka e Takeuchi (1997). Por fim, a pesquisa evidenciou que os respondentes apontam suas empresas como “facilitadoras” da gestão do conhecimento e sua respectiva conversão, aplicando o modelo SECI de gestão do conhecimento.</p> 2020-07-22T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2020 Aguinaldo Ferreira Santos, Edelvino Razzolini Filho https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/19732 Gestão de Pessoas em Bibliotecas Universitárias: 2020-10-14T12:41:14+00:00 Anízia Maria Lima Nogueira anizia@leaosampaio.edu.br Maria Cleide Rodrigues Bernardino cleide.rodrigues@ufca.edu.br <p>A pesquisa aborda a gestão de pessoas em bibliotecas universitárias trazendo uma proposta de atuação. A problemática está embasada no seguinte questionamento: Como formular uma proposta de atuação para gestão de pessoas aplicada a bibliotecas universitárias? Possui, como objetivo, abordar a gestão de pessoas na biblioteca universitária visando à elaboração de uma proposta de atuação. Quanto aos procedimentos metodológicos, a pesquisa caracteriza-se, quanto aos fins, como exploratória; quanto aos meios, como bibliográfica; e quanto ao tratamento dos dados, como qualitativa. Através do estudo, elaboramos uma proposta para atuação em bibliotecas universitárias com técnicas de gestão de pessoas, visando auxiliar os bibliotecários gestores na construção de ações estratégicas para o gerenciamento de suas equipes de trabalho. Conclui-se, então, que a proposta de atuação é baseada nos seguintes aspectos: liderança, seleção de pessoal, administração de conflitos, práticas de <em>feedbacks</em> assertivos, treinamento e capacitação de pessoal, habilidade de delegar, aplicação da gestão da transparência e elaboração de um plano de gestão.</p> 2020-08-08T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2020 Anízia Maria Lima Nogueira, Maria Cleide Rodrigues Bernardino