https://periodicos.ufrn.br/informacao/issue/feed Revista Informação na Sociedade Contemporânea 2022-05-06T12:33:10-03:00 Nancy Sánchez Tarragó risc.decin@gmail.com Open Journal Systems <p style="margin: 0px;"><span style="margin: 2px;"> <strong>Escopo:</strong>&nbsp;</span>A Revista Informação na Sociedade Contemporânea (RISC)&nbsp; é uma publicação vinculada ao <a href="https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public/departamento/portal.jsf?id=63" target="_blank" rel="noopener">Departamento de Ciência da Informação</a> e ao <a href="https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public/programa/portal.jsf?id=9196" target="_blank" rel="noopener">Programa de Pós-graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento</a>, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Configura-se como um canal de socialização dos resultados de estudos e pesquisas realizados na Ciência da Informação, Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e áreas afins. O periódico é de acesso aberto, com avaliação duplo-cego&nbsp; e aceita publicações originais de docentes, pesquisadores, discentes e profissionais. Adotamos a modalidade de publicação em fluxo continuo, em um volume anual.</p> <p style="margin: 0px;">&nbsp;</p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"><strong>Área do conhecimento</strong>: Ciência da Informação <strong>e-ISSN</strong>:2447-0198 <strong>Contato</strong>: <a title="E-mail" href="mailto:nvanti@hotmail.com" target="_blank" rel="noopener">risc.decin@gmail.com</a></p> https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/28708 Informações proativas emitidas por um centro de informações sobre medicamentos na pandemia de COVID-19 no período de 2020 a 2022 2022-05-06T12:33:10-03:00 Josefa Elisabete Fraga Serafim bete_jess@hotmail.com Luiz Eduardo Oliveira Matos eduardooliveiramattos@gmail.com Tais Cristina Unfer unfer.tc@gmail.com <p>O objetivo deste estudo foi descrever os produtos infocomunicacionais sobre medicamentos emitidos pelo CIMUFS-LAG como parte do serviço de informação proativa durante o período entre março de 2020 e a fevereiro de 2022, no contexto da pandemia de COVID-19. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem observacional, qualiquantitativo, de caráter transversal e retrospectivo realizado através de análise dos documentos referentes as informações proativas emitidas pelo CIMUFS-LAG durante a pandemia de COVID-19. Observou-se que diferentes materiais informativos foram disponibilizados, dentre esses 38,5% (n=15) das informações foram notas técnicas, seguido de compilados informativos para educação em saúde (25,6%; n=10), boletins 17,9% (n=7) e alertas de medicamentos 15,4% (n=6). A infodemia e a não compreensão das informações acentuou o uso inadequado e não seguro de medicamentos. Considerando a informação como ferramenta essencial para a proteção, promoção e recuperação da saúde, assim como para a prevenção de agravos e doenças, paralelamente a pandemia de COVID-19 e da infodemia, pode-se notar como centros e serviços de informação possibilitam ampliar a compreensão acerca das intervenções terapêuticas baseadas em evidências científicas, fortalecendo a assistência à saúde. Ainda, faz-se notar as potencialidades desse tipo de serviço frente a educação em saúde a partir do acesso à informação, corresponsabilização do cuidado e do agir consciente nas decisões coletivas e individuais.</p> 2022-07-15T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Josefa Elisabete Fraga Serafim, Luiz Eduardo Oliveira Matos, Tais Cristina Unfer https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27504 Ópera fashion em Manaus 2022-04-11T11:40:50-03:00 Felipe Vlaxio felipevlaxio@ufam.edu.br Elionilde Rodrigues de França elionildefranca@outlook.com <p>O artigo propõe uma base teórico-semiótica para representação descritiva e temática de figurinos de ópera. Trata-se de uma pesquisa vinculada a um projeto institucional desenvolvido na Universidade Federal do Amazonas para criação de um Catálogo Virtual da Ópera Manauara. Tem como objetivo a elaboração de uma ferramenta de representação descritiva e temática para figurinos de ópera. A pesquisa utiliza-se da semiótica da cultura para embasamento teórico da ferramenta proposta. A ficha elaborada foi aplicada a um total de 48 espetáculos de ópera e quatro musicais realizados entre os anos de 1997 e 2011 por ocasião do Festival Amazonas de Ópera. Espera-se, desta feita, contribuir para o resgate e manutenção do patrimônio artístico e cultural da cidade de Manaus, de modo a proporcionar sua recuperabilidade em sistemas de informação.</p> 2022-05-19T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Felipe Vlaxio, Elionilde Rodrigues de França https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27728 A cada LGBTI+ o seu livro? 2022-04-21T14:33:35-03:00 Carlos Wellington Soares Martins cawell2000@gmail.com <p>Este ensaio traz como temática principal a questão LGBTI+ e como as pautas desta população são incorporadas, ou não, no fazer laboral da Biblioteconomia. Objetiva realizar uma análise com vistas a perceber se existem aproximações, distanciamentos ou estremecimentos das demandas LGBTI+ com o campo de atuação de profissional da referida área. É apresentado um recorte histórico das lutas sociais por demandas da população LGBTI+ e como se dá esta tensão na Biblioteconomia de ontem e de hoje. Realizou-se extensa pesquisa bibliográfica acerca do tema e com foco nas categorias principais de análise: Identidade de gênero e sexualidade, procedendo com a revisão de literatura. A abordagem analítica assume caráter qualitativo e a pesquisa classifica-se como explicativa no sentido que visa apreender o fenômeno e discutir os principais determinantes que o fazem se apresentar da forma como se encontra atualmente. Conclui-se que para uma área que se pretende de cunho humanístico um grande caminho precisa ser percorrido para a quebra de estereótipos e práticas que fomentam o preconceito, e banir ideologias opressoras e que fomentam o ódio e a discriminação, para tanto é necessário estimular o debate cada vez mais, insistir na discussão, alterar os projetos políticos pedagógicos com inclusão de temáticas voltadas às minorias políticas e sociais, investir na formação do profissional para esclarecimentos e fomento a uma prática voltada a pluralidade e diversidade.</p> 2022-05-13T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Carlos Wellington Soares Martins https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/25322 Direito ao esquecimento e sua representação 2022-02-22T16:09:13-03:00 Rogério Zanon da Silveira rogerio.silveira@ufes.br Marcelo Calderari Miguel marcelocalderari@yahoo.com.br Jonatan Lappa de Lima jonatanlima.adv@gmail.com <p>Estudo realizado com três diretores de Arquivos Públicos municipais no Estado do Espírito Santo, que tomam a memória e o esquecimento como protagonistas do processo dinâmico da cultura popular. Busca-se regatar a percepção sobre o direito ao esquecimento, e de como a essa temática repercute em termos de sentidos sociais amplos. A figuração do esquecimento o torna um direito questionável. Assim, pretende-se entender a representação desse contexto na infoera. O diagnóstico é interpretado à luz da etnometodologia corrente: indivíduos constroem a realidade social em que estão inseridos. Os resultados mostram as introjeções de saberes dos dirigentes de arquivos com relação ao direito ao esquecimento nas vias do método de história oral de vida, trazendo relatos de alguns personagens marcantes na correlação desse tema. Conclui que o direito ao esquecimento, perante o período da pandemia da Covid-19, pauta provocações vastas e envolve a democracia e a liberdade de impressa, a comunicação sócio-digital, a privacidade e as questões éticas e o situar da responsabilidade social.</p> 2022-02-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Rogério Zanon da Silveira , Marcelo Calderari Miguel, Jonatan Lappa de Lima https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27296 Perspectivas em gestão da Informação e do conhecimento no contexto das bibliotecas 2022-02-22T16:09:12-03:00 Gabriela Belmont de Farias gabibfarias@gmail.com Júlio César Pinto Fernandes juliocesarpfernandes@gmail.com <p>Apresenta a análise da temática gestão da informação e do conhecimento no contexto das bibliotecas. Buscou-se identificar quais abordagens e autores da área da gestão da informação e do conhecimento são recorrentes, bem como identificar quais as metodologias são mais utilizadas. A pesquisa é de caráter exploratório, de cunho bibliométrico e de característica quantiqualitativa. Quanto ao procedimento foi realizada uma coleta de dados nos anais do Encontro Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Ciência da Informação, no período de 2005 a 2019, especificamente os trabalhos publicados no GT4 que trata da Gestão da Informação e Gestão do Conhecimento. Os resultados evidenciam que a maioria das temáticas nos trabalhos analisados que envolvem Gestão da Informação e do Conhecimento no âmbito das bibliotecas estão relacionados aos serviços específicos das bibliotecas, como serviço de referência, e plano de diagnósticos, sendo, portanto, em sua maioria estudos de caso, bem como o referencial teórico que apoia tais pesquisas são de áreas que envolvem a administração e a ciência da informação.</p> 2022-02-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Gabriela Belmont de Farias, Júlio César Pinto Fernandes https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27214 Medicamentos e Infodemia 2022-02-22T16:09:07-03:00 Thais Ribeiro Pinto Bravo thaispbravo@gmail.com Rafaela Gomes da Silva Teixeira rafaelagomes@id.uff.br Alberto Calil Junior caliljr@unirio.br Thaisa Amorim Nogueira thaisaamorim@id.uff.br Sabrina Calil-Elias sabrinacalil@id.uff.br <p>O primeiro ano da pandemia da COVID-19 trouxe avanços científicos críticos a velocidades nunca vistas. As informações científicas conquistaram o mundo nas notícias e nas redes sociais. No entanto, a disseminação de <em>fake news</em> consolidou uma infodemia entre uma doença ainda desconhecida e nenhum tratamento comprovado cientificamente. O presente estudo teve como objetivo avaliar o conteúdo e o tipo de informação sobre medicamentos indicados para o tratamento da COVID-19 sem evidências científicas nas redes sociais brasileiras. Duas redes sociais, Instagram e Twitter, foram selecionadas para pesquisar informações sobre medicamentos relacionadas à prevenção ou tratamento da COVID-19. A pesquisa foi realizada com as hashtags: #cloroquina, #hidroxicloroquina, #ivermectina e #nitazoxanida para publicações em português em março de 2020 e 2021. Estatística descritiva foi utilizada para a apresentação dos dados quantitativos. Em 2020, a cloroquina foi o medicamento com maior número de publicações nas duas redes sociais analisadas. As publicações abordaram as evidências de uso e escassez do medicamento, sendo a grande maioria considerada informação correta. Já em 2021, a ivermectina foi predominante no Instagram, enquanto a cloroquina foi a mais publicada no Twitter. Ambos os medicamentos foram relacionados ao “tratamento precoce” e ao conteúdo político-ideológico, classificadas principalmente como desinformação. Assim, é necessário reforçar as diretrizes das mídias sociais para reduzir a disseminação da desinformação em saúde para a população. Ao mesmo tempo, a educação em saúde nas mídias digitais tem como objetivo garantir que as melhores informações sobre manejo e cuidado da COVID-19 cheguem às pessoas e promovam qualidade de vida.</p> 2022-02-21T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Thais Ribeiro Pinto Bravo, Rafaela Gomes da Silva Teixeira, Alberto Calil Junior, Thaisa Amorim Nogueira, Sabrina Calil-Elias https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27317 Registro e visualização da pandemia no Brasil 2022-03-23T07:26:09-03:00 Tainá Regly taina.regly@gmail.com Priscila Ramos Carvalho carvalho.priscila@gmail.com Ricardo Medeiros Pimenta ricardo.pimenta@gmail.com <p>Este artigo relata o processo de elaboração e implementação de uma visualização de linha do tempo de registros informacionais sobre a pandemia do novo coronavírus no Brasil, a Timeline Covid-19. Com o objetivo de preservar registros informacionais na forma de notícias veiculados por meios de comunicação e jornalísticos na internet, e tornar mais acessível à recuperação da informação, intentamos contribuir para a salvaguarda da memória sobre a Covid-19 no âmbito brasileiro e sua respectiva memória jornalística. O método empregado trata de uma coleta manual de cobertura diária das notícias e cuja curadoria buscou atentar tanto para a diversidade e proveniência da informação, como para sua veracidade. A produção de dados seguiu-se pelo lançamento deles em uma planilha que possibilitou a sua visualização cronológica e a recuperação do seu conteúdo. Até a data do aceite deste artigo, pouco mais de quatro mil notícias já se encontram referenciadas na planilha, cuja sustentação foi realizada pelos membros do Laboratório em Rede de Humanidades Digitais (Larhud). Atendendo alguns princípios da metodologia da “pesquisa-ação”, prática comumente utilizada em diversos projetos do Larhud, segue-se também uma análise exploratória prévia do conteúdo da <em>timeline</em> com auxílio da ferramenta de análise semântica IRaMuTeQ. Seguindo aspectos conceituais da Ciência da Informação aplicados aos campos da Visualização e das Humanidades Digitais, concluímos este relato de pesquisa com a indicação de um aprimoramento computacional a ser empregado nos parâmetros do processo de coleta e com o reconhecimento da relevância da Timeline Covid-19 para a produção do conhecimento científico de base humanista e informacional sobre a pandemia do novo coronavírus.</p> 2022-03-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Tainá Regly, Priscila Ramos Carvalho, Ricardo Medeiros Pimenta https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/28641 Apresentação do Dossiê XV CINFORM – Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa em Ciência da Informação 2022-04-22T16:14:30-03:00 Raymundo das Neves Machado raymacha@ufba.br Gillian Leandro de Queiroga Lima gillianqueiroga@gmail.com <p>Este dossiê da Revista Informação na Sociedade Contemporânea (RISC) contempla as temáticas que foram apresentadas no XV CINFORM – Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa em Ciência da Informação, realizado pelo Instituto de Ciência da Informação/UFBA, no período de 22 a 25 de novembro de 2021. Momento que reuniu professores, pesquisadores e estudantes da Arquivologia, Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação, áreas afins e demais membros da comunidade que apresentaram e promoveram discussões em torno do tema central "Espaços Informacionais Multirreferenciais: pensamento contemporâneo no mundo digital".&nbsp;</p> 2022-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Raymundo das Neves Machado, Gillian Leandro de Queiroga Lima https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27761 Diretrizes para indexação de obras estético-literárias 2022-04-12T19:21:30-03:00 Sandra Rafaela Batista Silva sandradocumentos@outlook.com Hélio Márcio Pajeú heliopajeu@gmail.com André Anderson Cavalcante Felipe andreandersonf@gmail.com <p>Uma das atividades da Organização da Informação é a indexação, por meio da qual os assuntos do documento são representados, tornando possível recuperá-lo através da busca por assuntos. Todavia, quando se trata de objetos estético-literários é comum que estes não sejam indexados por assunto e um dos motivos é a falta de instrumentos que auxiliem o profissional na leitura técnica dessas obras Essa lacuna motivou a criação das Diretrizes para Indexação de Obras Estético-literárias (DIEL) proposta neste trabalho. Mediante isso, os objetivos deste trabalho são: discorrer acerca da qualidade da indexação no concernente às obras estético-literárias; e demonstrar como o percurso dialógico de leitura enriquece essa representação além de ser condizente com a realidade profissional. Para isso, as DIEL são aplicadas em duas obras nacionais, a saber: A hora da estrela e Pais brilhantes, professores fascinantes. Em seguida, são comparados os resultados provenientes dessa indexação com os resultados da indexação disponibilizada nos catálogos <em>online</em> de cinco instituições nacionais, são eles: o Pergamum da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o Athena da Universidade Estadual Paulista (Unesp), a Base Acervus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Dedalus da Universidade de São Paulo (USP) e o Sophia da Biblioteca Nacional (BN). Traz como resultados: a diferença na quantidade de assuntos atribuídos às obras; e, por fim, considera a disparidade quantitativa e qualitativa entre as indexações devido à adoção de um percurso dialógico. Assim, a metodologia desta pesquisa tem caráter exploratório e descritivo com abordagem qualitativa, realizada na forma de uma pesquisa bibliográfica e documental. </p> 2022-07-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Sandra Rafaela Batista Silva, Hélio Márcio Pajeú, André Anderson Cavalcante Felipe https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27829 A inclusão nas bibliotecas universitárias federais do Nordeste do Brasil 2022-05-06T12:30:26-03:00 Fabiana de Jesus Cerqueira fabyanna84@hotmail.com Theresinha Guimarães Miranda tmiranda@ufba.br <p>A biblioteca universitária é um dos espaços em que as políticas educacionais inclusivas se materializam, as quais asseguram a educação como um direito. Desse modo, exige-se do bibliotecário uma postura proativa no tocante a acolher usuários na condição de deficiência com paridade e equidade e, assim, fornecer subsídio para a legitimação dessas políticas no âmbito da biblioteca. Diante deste cenário, o objetivo da pesquisa consiste em realizar um levantamento de quais bibliotecas universitárias federais da região do Nordeste apresentam serviços destinados às pessoas com deficiências, especialmente no tocante a oferta de acervo acessível e de tecnologia assistiva. A pesquisa, qualitativa e quantitativa, de caráter descritivo, teve como fundamento o método de abordagem dialético-materialista. Os dados foram coletados nos sites das instituições; referente aos procedimentos adotou-se a análise de conteúdo. Ao realizar tal investigação, identificou-se que do total das vinte bibliotecas das universidades federais da região Nordeste, apenas oito apresentam nos sites serviços destinados às pessoas com deficiência. Os resultados obtidos evidenciaram que a inclusão nas bibliotecas universitárias federais do Nordeste ainda se apresenta em estágio inicial na maioria das bibliotecas.</p> <p> </p> 2022-06-14T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Fabiana de Jesus Cerqueira, Theresinha Guimarães Miranda https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27655 A ferramenta SmartJud do processo judicial eletrônico 2022-04-11T11:53:33-03:00 Ana Paula de Oliveira Villalobos anap.villalobos@terra.com.br Ricardo Veloso Fontoura rickfontoura@gmail.com <p>A pesquisa tem como objetivo analisar a ferramenta de Inteligência Artificial SmartJud do Processo Judicial Eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia. Em termos da metodologia, trata-se de um estudo de caso e de uma pesquisa documental, em relação aos objetivos é caracterizada como exploratório-descritiva, a coleta de dados foi realizada na base de dados da ferramenta de <em>Chatbot</em>, bem como através de entrevistas com os gestores e técnicos responsáveis pelo desenvolvimento da ferramenta. Como resultado foi observada a média anual de 66% de chamados resolvidos pelo SmartJud PJe para o ano de 2018, e evidenciada a utilização de conceitos na interface entre a Ciência da Informação e a Inteligência Artificial relacionados à gestão informacional. Pode-se concluir que, através da inclusão da funcionalidade do <em>Chatbot</em>, foi possível identificar a ampliação do atendimento às demandas informacionais através do sistema com a consequente redução de atendimento via <em>Service Desk</em>, movimentação de pessoal para atendimento de outros tipos de chamados, e redução de custos.</p> 2022-06-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Sra Ana Paula, Sr Ricardo https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27765 Biblioteca como a-com-tecer na formação docente 2022-05-06T12:29:32-03:00 Zuleide Paiva da Silva zpaiva@uneb.br Maria Inez da Silva de Souza Carvalho misc@ufba.br <p>Assumindo a experiência como ponto de partida da construção do conhecimento, este estudo exploratório, de natureza quali-quantitativa concebe a biblioteca como espaço pedagógico, um a-com-tecer na formação docente. Com essa compreensão, o propósito do estudo é conhecer a concepção de biblioteca apresentada nas comunicações orais publicadas nos anais das Reuniões Nacionais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd). Para tanto, assume a pesquisa bibliográfica e o levantamento bibliométrico como procedimentos metodológicos. O recorte definido para o levantamento de dados compreende as comunicações orais apresentadas no GT 8 – Formação de Professores - das Reuniões Nacionais. O recorte temporal compreende o período de 2012 a 2019, totalizando 5 (cinco) anais. Os achados da pesquisa revelam, sobretudo, a carência de reflexão sobre a biblioteca no campo da formação docente, fato que sugere a invisibilidade da biblioteca na formação docente. Diante desse resultado, refletimos a importância do reconhecimento da biblioteca como espaço pedagógico para potencializar a formação docente.</p> 2022-06-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Zuleide Paiva da Silva, Inez Carvalho https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27736 A Casa de Farinha do Povoado Terreirão, Muniz Ferreira, Bahia 2022-04-12T19:32:01-03:00 Eva Dayane Jesus dos Santos evabibliotecaria@gmail.com Zeny Duarte de Miranda zenydu@gmail.com <p>Este trabalho é resultado parcial da produção da dissertação sobre a informação e a memória social da Casa de Farinha no povoado Terreirão em Muniz Ferreira, Bahia. Logo, este trabalho se justifica por possibilitar a ampliação do conhecimento sobre as trajetórias e narrativas afro-indígenas, e pela compreensão de que há uma necessidade científica na área, de ampliar o entendimento a respeito de comunidades étnicas-raciais, uma vez que é necessário o combate contra o racismo estrutural, institucional e científico que tem produzido esquecimentos e apagamentos sobre essas histórias. Outrossim, nosso problema é saber: Quais elementos informacionais podemos identificar na Casa de Farinha, considerando as influências étnico-raciais (indígenas e africanas)? Assim, o objetivo geral é identificar os elementos informacionais do lugar, através da Casa de Farinha. Os objetivos específicos são: registrar as narrativas sobre a origem do Povoado Terreirão; apresentar os elementos informacionais desenvolvidos na Casa de Farinha do Povoado Terreirão; relatar a formação territorial do lugar no contexto do Recôncavo Baiano e do município de Muniz Ferreira; e apontar as informações documentais sobre o lugar. A metodologia utilizada é de abordagem descritiva e qualitativa. Utilizou-se métodos da etnometodologia, da pesquisa exploratória e do estudo de caso. As técnicas e procedimentos adotados foram: visita de campo, diário de campo, entrevistas, observação direta e participante, pesquisa bibliográfica e documental. Tem como resultados parciais as narrativas sobre a formação territorial do lugar e a apresentação dos elementos informacionais que representam a informação étnico-raciais observados <span style="font-style: normal !msorm;"><em>in </em></span><em>loco</em>.</p> 2022-05-25T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Eva Dayane Jesus dos Santos, Zeny Duarte de Miranda https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27743 Redes de coautoria da produção científica brasileira na área de células-tronco 2022-05-06T12:28:01-03:00 Raymundo das Neves Machado raymacha@ufba.br Gillian Leandro de Queiroga Lima gillianqueiroga@gmail.com <p>Este trabalho tem por objetivo analisar a rede de coautoria da produção científica brasileira na área de células-tronco, no período de 2001 a 2020. Trata-se de uma pesquisa de caráter longitudinal, de natureza quantitativa e descritiva, pautada na análise de redes sociais, tendo a coocorrência de autores como unidade de medida e, unidade de análise, o autor citante. Os resultados apresentam as métricas de produção científica e as redes referentes ao maior componente de cada rede de coautoria, dos quatro subperíodos analisados: 2001-2005, 2006-2010, 2011-2015 e 2016-2020. Por fim, infere-se que a crescente produção de estudos na área de células-tronco, no Brasil, e o aumento da rede de coautoria nos períodos analisados foram alavancados em virtude do aumento do número de autores e das ações promovidas pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Como perspectivas futuras de análise, este trabalho pretende identificar os autores mais relevantes, as áreas e assuntos predominantes de estudo e a evolução temporal das pesquisas em células-tronco no Brasil.</p> 2022-05-25T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Raymundo das Neves Machado, Gillian Leandro de Queiroga Lima https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27753 A preservação do acervo de uma biblioteca universitária na cidade de Salvador frente ao paradigma pós-custodial 2022-04-12T18:16:21-03:00 Débora Leitão Leal leitaoleal.debora@gmail.com <p>Esse artigo tem por objetivo analisar como foi realizada a conservação e preservação do acervo da biblioteca pertencente a uma Instituição de Ensino Superior, da Cidade de Salvador, sob a perspectiva do paradigma pós-custodial. A pesquisa desenvolveu-se a partir de um estudo de caso; quanto aos objetivos a pesquisa caracterizou-se como descritiva e quanto a sua abordagem ela é qualitativa. Para coleta de dados, utilizou-se a observação direta, como também se coletou o relato de funcionários da biblioteca, por meio de entrevista semiestruturada. Os resultados apontaram que a falta de preocupação, por parte dos gestores da IES e dos profissionais da informação envolvidos, com a conservação do acervo acarretou a perda de obras raras, sobretudo na área da contabilidade, e também de acervos pessoais de acadêmicos baianos, como também na perda informacional que esses suportes preservavam, pela falta de uma política de coleções coerente e pela falta de preparo dos profissionais que não estavam preparados para a transição equilibrada entre os paradigmas custodial e pós-custodial.</p> 2022-05-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Débora Leitão Leal https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27751 Iniciativas das bibliotecas públicas Cearenses em apoio à implementação da Agenda 2030 no contexto da pandemia da Covid-19 2022-04-22T01:28:47-03:00 Maria Cleide Rodrigues Bernardino cleide.rodrigues@ufca.edu.br Hígia Stefanny de Macêdo Pereira stefanny.higia@aluno.ufca.edu.br Ana Paula Pereira da Silva silva.ana@aluno.ufca.edu.br Maria Daiane de Santana Silva daiane.santana@aluno.ufca.edu.br <p>Pesquisa junto às bibliotecas públicas cearenses com o objetivo de identificar iniciativas voltadas à implementação da Agenda 2030 no contexto pandêmico através das redes sociais. O estudo faz parte de projeto de pesquisa financiado pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico e tem como objetivo desenvolver uma plataforma de projetos e soluções inovadoras para as bibliotecas públicas municipais do Estado do Ceará em prol da Agenda 2030. Os procedimentos metodológicos compreenderam um estudo exploratório com delineamento qualitativo e quantitativo. O universo pesquisado foi de 184 municípios e 198 bibliotecas distribuídas em 14 macrorregiões de planejamento conforme o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará. O levantamento foi realizado junto às postagens na rede social <em>Facebook</em>, por ser a mais usada entre as bibliotecas pesquisadas e compreendeu o período de março de 2020 a julho de 2021. Concluiu-se que as iniciativas em relação a Agenda 2030 ainda são bem restritas ao objetivo 4 ‘Educação de Qualidade’ e voltadas às atividades que envolvem leitura e cultura. As orientações e protocolos de biossegurança em virtude da pandemia por Covid-19 acabaram por restringir alguns produtos e serviços.</p> 2022-05-09T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Maria Cleide Rodrigues Bernardino, Hígia Stefanny de Macêdo Pereira, Ana Paula Pereira da Silva, Maria Daiane de Santana Silva https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27756 Exposição virtual em arquivos como fonte de informação sobre movimentos sindicais na Bahia 2022-04-12T18:28:52-03:00 Bruna Lessa lessbruna@gmail.com Raiane Pedreira de Souza raianepedreira19@gmail.com <p>As unidades de informação têm incorporado ao ambiente virtual seus serviços e produtos informacionais para facilitar o acesso a fontes de informação nas redes digitais. Todavia, muitos usuários ainda desconhecem a existência desses espaços ou não se sentem seguros o bastante para realizar suas pesquisas via <em>web</em>. É nesse contexto que serviços de referência virtuais favorecem a mediação da informação ao usuário de forma dinâmica e interativa, utilizando tecnologias de informação e comunicação. Este trabalho apresenta a exposição virtual como uma fonte de informação, um produto informacional do serviço de referência, de modo a intensificar a disseminação da informação em acervos arquivísticos sobre movimentos sindicais. Trata-se de um estudo de caso no Centro de Documentação e Memória Raymundo Reis — Sindicato dos Bancários da Bahia, pesquisa de abordagem qualitativa, cujo objetivo foi caracterizar a exposição virtual como uma fonte de informação educativa, histórica e sociocultural, um produto informacional desenvolvido no âmbito do serviço de referência em arquivos. A técnica e instrumento utilizados para coleta de dados foi a observação direta intensiva, e a entrevista não estruturada e não dirigida. Os resultados apontam para a estruturação de um modelo para exposição virtual que atendesse as necessidades do Centro de Documentação, a partir de procedimentos focados na disseminação do acervo. Concluiu-se que a exposição virtual potencializa a disseminação cultural e informacional de instituições arquivísticas, e pode favorecer o contínuo reconhecimento pela sociedade de seu papel como fonte de informação educativa, histórica e sociocultural, propondo-se aqui uma diretriz.</p> 2022-05-04T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Bruna Lessa, Raiane Pedreira de Souza https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27519 Acessibilidade nas bibliotecas da Universidade Federal da Bahia 2022-04-22T16:23:04-03:00 Maria de Fátima Cleômenis Botelho mfcbotelho@gmail.com Nelijane Campos Menezes rubi2276@gmail.com <p>A importância da informação para o desenvolvimento social é indiscutível. A partir do século XX passou a ser de importância fundamental para o desenvolvimento da sociedade pós-industrial e pós-moderna. Dessa forma, o acesso a esse bem constitui direito de todos, inclusive das pessoas com deficiência, que lutam, historicamente pelos seus direitos fundamentais, luta essa ratificada pela Organização das Nações Unidas, em 2008, na Convenção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Sendo a informação um direito de todos, esse direito inclui também a pessoa com deficiência e que as bibliotecas universitárias devem empreender ações mediadoras que garantam o acesso igualitário à informação por parte dos usuários com deficiência no âmbito do Sistema Universitário de Bibliotecas (SIBI) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Com o objetivo de conhecer as condições de acessibilidade física e informacional nessas bibliotecas, visando a construção do Projeto Bibliotecas Acessíveis do SIBI/UFBA, realizou-se a presente pesquisa, com a aplicação do questionário “Consulta sobre Acessibilidade nas Bibliotecas do SIBI/UFBA”, utilizando a ferramenta Google <em>Forms</em>, para conhecer as condições de adequação física, acervos e equipamentos existentes, além de obter um diagnóstico sobre a qualidade do atendimento ofertado nas bibliotecas. Os resultados revelaram a precariedade da estrutura física e informacional existente na maioria das bibliotecas, demonstrando a necessidade de se promover melhorias substanciais na adequação de espaços, oferta de equipamentos e acervos específicos que permitam a prestação de um atendimento de qualidade que atenda às necessidades informacionais da comunidade de pessoas com deficiência na UFBA e da sociedade em geral.</p> 2022-04-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Maria de Fátima Cleômenis Botelho, Nelijane Campos Menezes https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27477 Representação descritiva de documentos musicográficos 2022-04-22T16:14:28-03:00 Ana Claudia Medeiros de Sousa ana.violista@gmail.com Dayane Patrícia Silva dos Reis daianesilvapsreis@gmail.com Gleice Pereira dos Santos gleicesantosgueu@gmail.com <p>Esta pesquisa buscou analisar os atributos de descrição bibliográfica e de autoridade de documentos musicográficos, a partir do Código de Catalogação Anglo-Americano (AACR2) e da <em>Resource Description Access</em> (RDA). A partitura escolhida foi a de autoria de Chiquinha Gonzaga, intitulada ‘Ó abre alas’. Para tanto, a pesquisa se caracteriza como descritiva e documental. Na análise dos dados foi adotada a abordagem qualitativa, com o intuito de interpretar os aspectos inerentes às partituras e aos elementos de descrição. Os resultados apontaram que o processo de representação bibliográfica e de autoridade, tendo como base os códigos, normas e formatos, possibilitam que os documentos musicográficos sejam passíveis de descrição e, sobretudo, de recuperação. Observou-se que os atributos e atualizações sugeridos pela RDA, tais como o acréscimo do campo de descrição para tipo de conteúdo; os atributos relacionados à pessoa que incluem: campo de atividade, ocupação, dados biográficos, informações sobre a família, local associado, etc., são informações que contribuem para compreensão dos usuários do contexto em que o documento foi produzido, que no caso de partituras, essas informações colaboram na preparação da performance do músico que irá realizá-la o mais próximo possível da ideia do compositor.</p> 2022-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Ana Claudia Medeiros de Sousa, Dayane Patrícia Silva dos Reis, Gleice Pereira dos Santos https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27727 Interacionismo simbólico e ontologias digitais como aporte teórico aplicado à organização do conhecimento na ciência da informação 2022-04-22T17:24:44-03:00 Ismaelly Batista dos Santos Silva ismaellybatista@gmail.com Hildenise Ferreira Novo hnovo@ufba.br <p>O artigo objetiva avaliar a possibilidade de aplicação dos preceitos do Interacionismo Simbólico ao processo de construção de Ontologias. Metodologicamente, na pesquisa é desenvolvido um ensaio dialógico a partir da revisão de literatura com abordagem qualitativa e análise de conteúdo. Como resultados são apresentadas facetas de aproximação entre os aportes teóricos de Interacionismo Simbólico e Ontologias, ambos contextualizados nos cenários computacionais e orientados à Ciência da Informação. Conclui que o contexto representacional para desenvolvimento de Sistemas de Organização do Conhecimento implica em importante capital intelectual na estruturação da aprendizagem de máquina e posterior Inteligência Artificial, mas requer uma abordagem simbólica no social.</p> 2022-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Ismaelly Batista dos Santos Silva, Hildenise Ferreira Novo https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/27662 Práticas informacionais de pessoas surdas 2022-04-22T16:52:00-03:00 Sylvana Karla da Silva de Lemos Santos sylkarla@gmail.com <p>Trata-se de uma investigação com o intuito de descrever as práticas informacionais de usuários Surdos por meio da web e as dificuldades enfrentadas por eles, considerando principalmente a barreira linguística. A pesquisa pondera que o sujeito Surdo é aquele que se comunica por meio da Língua Brasileira de Sinais – Libras, como primeira língua e utiliza a língua portuguesa no formato escrito como segunda língua. A metodologia tem caráter descritivo com abordagem qualitativa e contou com a participação quatro indivíduos Surdos e usuários da Libras. A coleta dos dados utilizou um instrumento de coleta elaborado em duas versões: língua portuguesa e Libras. A partir dos resultados, percebe-se que os Surdos estão tendo mais oportunidades no contexto acadêmico e no mercado de trabalho, mediante legislações que buscam incluí-los e minimizar as dificuldades de acessibilidade. A análise dos dados permitiu que fossem lançadas algumas considerações quanto às práticas informacionais desse grupo, considerado minoria, em uma sociedade tão diversa.</p> 2022-04-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Sylvana Karla da Silva de Lemos Santos