https://periodicos.ufrn.br/informacao/issue/feed Revista Informação na Sociedade Contemporânea 2023-05-30T16:09:32-03:00 Nancy Sánchez Tarragó risc.decin@gmail.com Open Journal Systems <p style="margin: 0px;"><span style="margin: 2px;"> <strong>Escopo:</strong> </span>A Revista Informação na Sociedade Contemporânea (RISC) é uma publicação vinculada ao <a href="https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public/departamento/portal.jsf?id=63" target="_blank" rel="noopener">Departamento de Ciência da Informação</a> e ao <a href="https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public/programa/portal.jsf?id=9196" target="_blank" rel="noopener">Programa de Pós-graduação em Gestão da Informação e do Conhecimento</a>, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Configura-se como um canal de socialização dos resultados de estudos e pesquisas realizados na Ciência da Informação, Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e áreas afins. O periódico é de acesso aberto, com avaliação duplo-cego e aceita publicações originais de docentes, pesquisadores, discentes e profissionais. Adotamos a modalidade de publicação em fluxo continuo, em um volume anual.</p> <p style="margin: 0px;"> </p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"><strong>Área do conhecimento</strong>: Ciência da Informação <strong>e-ISSN</strong>:2447-0198 <strong>Contato</strong>: <a title="E-mail" href="mailto:nvanti@hotmail.com" target="_blank" rel="noopener">risc.decin@gmail.com</a></p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"> </p> <p style="margin: 0px; text-align: left;">Síganos em @riscufrn e https://www.facebook.com/revistaRISC</p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"> </p> https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/29058 Análise bibliométrica da produção científica de uma instituição educacional militar brasileira 2022-07-29T12:51:54-03:00 Angerlânia Rezende lanny.rezende3@gmail.com Wellington Marçal de Carvalho marcalwellington@yahoo.com.br <p>O presente trabalho teve como objetivo realizar uma análise bibliométrica da produção científica da <em>Revista Pedagógica da Escola de Aperfeiçoamento de Sargentos das Armas (EASA), O Adjunto</em>, no período compreendido entre os anos de 2013 a 2019. Como recursos metodológicos, foi feita uma pesquisa exploratória e bibliográfica, analisando-se todas as edições da revista no período definido. Como universo de pesquisa, foram considerados para a análise 128 artigos científicos registrados no portal da publicação, utilizando-se informações do periódico. A bibliometria foi usada para a identificação da forma de produção da <em>Revista O Adjunto</em>, considerando o gênero que mais publica, a quantidade anual de trabalhos e os temas mais frequentes. Quanto às análises, foram traçadas as características gerais da produção por meio da descrição da distribuição das publicações por ano, dados dos autores, a exemplo da característica gênero e análise das temáticas a partir da ocorrência das palavras mais citadas. Como resultado, foi possível perceber que a produção da revista é bem relevante e assídua, identificando-se nos artigos uma ampla discussão de temáticas como educação, formação, liderança, ordem, tecnologia, entre outras. Percebeu-se também que a comunicação científica nesse campo é relevante em termos de divulgação do conhecimento e de temas importantes para a área. Vale ressaltar que para os alunos em formação o periódico oferta a oportunidade para o desenvolvimento de trabalhos e sua posterior publicação na revista.</p> 2023-02-15T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Angerlânia Rezende, Wellington Marçal de Carvalho https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/29429 Reflexões sobre o termo e conceito ‘Informação Arqueológica’ 2022-12-21T14:44:53-03:00 Sérgio Rodrigues de Santana sergiokafe@hotmail.com Eliane Epifane Martins jadyeliane@gmail.com Lília Mara de Menezes liliamaram@hotmail.com Maytê Luanna Dias de Melo lumeloo@yahoo.com.br Carla Daniella Teixeira Girard carlinhagirard@yahoo.com.br <p>O artigo refletiu sobre algumas bases epistêmicas do termo/conceito ‘informação arqueológica’, e a justificativa do estudo versou na ampliação e atualizar dos estudos da Terminologia Arqueológica Brasileira na perspectiva interdisciplinar da Ciência da Informação que busca manter no escopo de suas reflexões dos grupos e comunidades científicas. Se baseou no método compreensivo-descritivo-interpretativo, apoiado nos estudos Terminológicos e da Representação da Informação, para obter os resultados que demostram que a Informação Arqueológica é um conjunto de vestígios, evidências, indícios e pistas localizados e tratados. Assim, é um conjunto de informação e conhecimento sobre os aspectos culturais, sociais identitários, e materiais (tecnologias ornamentais e tecnológicas técnicas), de uma determinada sociedade e/ou grupo pertencente a um passado ágrafo. A informação arqueológica tem o potencial de visualização do contexto de antecipações culturais, sociais, identitários, ambientais e tecnológicos das sociedades atuais e seus impactos para as sociedades do futuro, tendo em vista a sua essencialidade memorialístico-histórica que constitui a cultura material (conhecimento). Sua aplicação versa sobre a representação eficiente e eficaz (temática - indexação/descritiva - catalogação) de seus objetos (materiais) de estudos; facilita a linguagem escrita dos(das) arqueólogos(as); subsidia as oralidades intergrupal e individual dos(das) profissionais arqueólogos(as); minimiza o teor ambíguo e ambivalente da SI; facilita a disseminação da Informação Arqueológica, para além das confrarias acadêmicas; facilita a promoção da interdisciplinaridade com outras áreas, especialmente, para áreas como a história, museologia, arquivologia, biblioteconomia, antropologia, paleontologia e outras e gerencia a informação/conhecimento arqueológico quanto à antecipação social, cultural e ambiental atual.</p> 2023-02-15T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Sérgio Rodrigues de Santana, Eliane Epifane Martins, Lília Mara de Menezes, Maytê Luanna Dias de Melo, Carla Daniella Teixeira Girard https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/30984 Benefícios da relação entre Gestão do Conhecimento e Gestão de Projetos 2023-04-20T16:49:59-03:00 Fábio Corrêa fabiocontact@gmail.com Bárbara Isabela Lopes Magalhães barbaraisabela@gmail.com Armando Sérgio de Aguiar Filho armando.filho@fumec.br Adriane Maria Arantes de Carvalho adriane.carvalho@fumec.br Amanda Damasceno de Souza amanda.dsouza@fumec.br <p>A Gestão do Conhecimento e a Gestão de Projetos são temáticas organizacionais que visam o sucesso institucional. Ambas se relacionam pela promoção do sucesso institucional, bem como por atuarem visando vantagem competitiva, dentre outros. Contudo, os contributos entre essas não foram, especificamente, revelados. Desse modo, essa pesquisa tem por objetivo analisar os benefícios bidirecionais – mútuos – promovidos entre a Gestão do Conhecimento e a Gestão de Projetos. Trata-se de uma abordagem qualitativa, de cunho exploratório, que faz uso da Análise de Conteúdo para examinar pesquisas advindas da promoção de uma Revisão Sistemática da Literatura. Os resultados anunciam que a Gestão do Conhecimento contribui com a Gestão de Projetos em seu sucesso, desempenho, eficiência, controle de tempo e custo, capacitação para o gerenciamento, estimativa de cronograma, escopo e orçamento dos projetos. Em correspondência, a Gestão de Projetos contribui para a conformação da cultura do gerenciamento do conhecimento, bem como apoia o uso, criação e compartilhamento desse ativo, culminando em um ciclo retroalimentar. A busca pelos aspectos nocivos dessa relação é uma sugestão de pesquisa futura.</p> 2023-05-24T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Fábio Corrêa, Bárbara Isabela Lopes Magalhães, Armando Sérgio de Aguiar Filho, Adriane Maria Arantes de Carvalho, Amanda Damasceno de Souza https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/32208 Teoria Geral da Administração e as contribuições para a gestão de Bibliotecas Universitárias 2023-05-30T16:09:32-03:00 Luciano Pereira dos Santos Cavalcante luciano319690@gmail.com Maria Aurea Montenegro Albuquerque Guerra aurea.mguerra@gmail.com Italo Teixeira Chaves italochaves55@hotmail.com <p>Em meio a dinamicidade das organizações presenciadas atualmente, é imprescindível compreender como as relações entre as práticas administrativas se relacionam em um contexto de desafios emergentes em um cenário imediatista e pragmático no universo organizacional. Desse modo, a Teoria Geral da Administração (TGA) é adotada em muitas áreas, dentre elas no âmbito da Gestão de Unidades de Informação (UI), sobretudo em Bibliotecas Universitárias (BU), visando concatenar suas relações existentes e formas de contribuir para tratar e organizar o arsenal informacional. Por esse motivo, o presente artigo objetiva compreender os aspectos relativos a TGA e de que maneira estas construções teórico-práticas podem auxiliar na gestão de bibliotecas universitárias. Para isso, metodologicamente parte de uma pesquisa exploratória, de natureza bibliográfica com abordagem qualitativa, buscando na literatura científica as interseções e contribuições da TGA no âmbito da gestão de bibliotecas universitárias. Os resultados apontam que há relações do processo administrativo e nas várias áreas da teoria geral da administração que devem ser de conhecimento dos bibliotecários gestores, bem como podem ser aplicados nas Unidades de Informação de modo a auxiliar na eficiência e eficácia na gestão. Conclui-se que a Administração é um campo científico com teorias administrativas relevantes, as quais são capazes de potencializar a gestão de unidades de informação, dando subsídios para compreensão sistêmica e holística do ambiente organizacional.</p> 2023-08-28T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Luciano Pereira dos Santos Cavalcante, Maria Aurea Montenegro Albuquerque Guerra, Italo Teixeira Chaves