Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação https://periodicos.ufrn.br/saberes <p style="margin: 0px; min-height: 50px; max-height: 125px; overflow: hidden; text-overflow: ellipsis;"><span style="margin: 2px;">Criada em 2008, a Saberes: Revista Interdisciplinar de Filosofia e Educação (ISSN 1984-3879) é uma publicação semestral com qualificação B4 CAPES, aberta para pesquisadores das áreas de Filosofia, Educação e áreas afin. A publicação constitui um canal de divulgação científica vinculada atualmente ao Departamento de Educação do Ceres -UFRN. Os artigos publicados na revista Saberes são indexados por: <strong>Latindex<a href="http://www.latindex.unam.mx/buscador/ficRev.html?folio=19358&amp;opcion=1">,</a> Google Acadêmico, MIAR, CIRC, EZB, BASE, Diadorim, ZDB e LatinREV </strong>.<br />A submissão de artigos ocorre em fluxo contínuo <a href="https://periodicos.ufrn.br/saberes/about/submissions#onlineSubmissions">clicando aqui</a>. </span></p> <p style="margin: 0px; min-height: 50px; max-height: 125px; overflow: hidden; text-overflow: ellipsis;"><span style="margin: 2px;">A revista, também, realiza chamadas para edições temáticas em números especiais.</span></p> <p style="margin: 0px; min-height: 50px; max-height: 125px; overflow: hidden; text-overflow: ellipsis;"><span style="margin: 2px;">Todos os artigos publicados ficam disponíveis no portal de periódicos da UFRN.</span></p> <p style="margin: 0px; min-height: 50px; max-height: 125px; overflow: hidden; text-overflow: ellipsis;"><a href="https://www.instagram.com/saberes.deduc/"><span style="margin: 2px;">Nos siga no Instagram @Saberes.deduc</span></a></p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"><strong>Área do conhecimento</strong>: Ciências humanas</p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"><strong>Qualis/CAPES</strong>: B4</p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"><strong>e-ISSN</strong>:1984-3879</p> <p style="margin: 0px; text-align: left;"><strong>Contato</strong>: saberesinterdisciplinar@gmail.com</p> Periódicos UFRN pt-BR Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação 1984-3879 <p><img src="blob:https://periodicos.ufrn.br/432e81fb-c968-4007-8df2-18e855aef63a" /></p> <p>Este obra está licenciado com uma Licença <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" rel="license">Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional</a>.</p> <p>Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:</p> <p>a. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" target="_blank" rel="noopener">Licença Creative Commons Attribution 4.0</a> que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</p> <p>b. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.</p> <p>c. Autores têm permissão para publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) após a publicação inicial nesta revista, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja <a href="http://opcit.eprints.org/oacitation-biblio.html" target="_new">O Efeito do Acesso Livre</a>).</p> <p>Foram feitos todos os esforços para identificar e creditar os detentores de direitos sobre as imagens publicadas. Se tem direitos sobre alguma destas imagens e não foi corretamente identificado, por favor, entre em contato com a revista Saberes e publicaremos a correção num dos próximos números.</p> REFLEXÕES SOBRE A PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE FUTUROS PROFESSORES SOBRE OS IMPACTOS CAUSADOS POR PLÁSTICOS AO MEIO AMBIENTE https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/29710 <p>O presente artigo analisou a percepção dos acadêmicos de Licenciatura em Química, sobre os impactos dos plásticos no meio ambiente através de um questionário, que continha questões abertas e fechadas, sendo que nas questões abertas as análises foram realizadas por meio de análises de conteúdo, que consiste em categorizar as respostas dadas pelos estudantes, encontrando semelhanças entre cada uma delas, e separando-as de acordo com sua categoria e analisar cada categoria segundo a literatura. As análises dos resultados gerados nesta pesquisa possibilitaram a constatação de que cada indivíduo sente o ambiente ao seu redor de uma forma diferente, ou seja possui percepções ambientais diferentes, dependendo da sua história e cultura, mas todos concebem que meio ambiente é muito frágil perante os impactos gerados pela sociedade. Também verificou-se que os acadêmicos, entendem que a melhoria para o meio ambiente vem de informação, ou seja, se você entende que algo que você pratica não é positivo ao meio ambiente, teoricamente, segundo seus conhecimentos você não irá fazê-lo.</p> Jéssika Paula de Oliveira Elisangela Matias Miranda Copyright (c) 2022 Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-09-24 2022-09-24 19 1 51 71 ESTÁGIO SUPERVISIONADO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/29957 <p>O estágio se configura como um dos elementos mais importantes da formação inicial de professores, pois aproxima o estagiário do seu campo de trabalho e proporciona reflexões importantes sobre suas ações ainda em formação. Dessa maneira, a escolha do tema de pesquisa se deu pela necessidade de destacar a importância do Estágio Supervisionado na formação do futuro docente e, por isso, o objetivo do estudo é discutir aspectos relativos às vivências e concepções dos estagiários, a partir de relatos de professor-supervisor e estudantes matriculados no Estágio Supervisionado obrigatório do curso de Licenciatura em Química da Universidade Federal do Acre. A pesquisa é de natureza qualitativa do tipo exploratória e teve como instrumento de coleta de dados questionários não estruturados, aplicados junto ao professor-supervisor e ao estudante-estagiário. Os resultados indicam que o estágio tem sido a “porta de entrada” para que os licenciando conheçam o futuro local de trabalho e a realidade do contexto escolar. Além disso, o Estágio Supervisionado tem contribuído para o processo de formação dos futuros docentes, ainda que existam algumas limitações.</p> Gahelyka Aghta Pantano Souza Copyright (c) 2022 Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-09-24 2022-09-24 19 1 72 94 A AVALIAÇÃO DO CICLO DE VIDA DO ETANOL COMO TEMÁTICA POTENCIALIZADORA PARA A SALA DE AULA https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/29994 <p>A Avaliação de Ciclo de Vida (ACV) de produtos é um conceito trabalho em curso de engenharia de produção e alimentos. No entanto, tal conceito possui caráter interdisciplinar, possibilitando discussão em diversas áreas do conhecimento. Nessa pesquisa temos a intenção de apresentar a potencialidade didática da temática ACV do etanol para as aulas de química. Nesse contexto professores de química poderão articular abordagens e atividades que insiram os alunos como os construtores da sua aprendizagem. No delineamento da atividade foi realizado um estudo teórico constituído pelas seguintes etapas: (a) Seleção de uma temática sobre ACV: pelo fato do pesquisador ter atuação em formação nível tecnológico e ter familiaridade com os conceitos dessa área: Usina sucroalcooleira; (b) Seleção dos conceitos relevantes sobre ACV do etanol: Foram constituídos conceitos sobre os impactos ambientais e em quais fases ocorrem consumo de recursos naturais; (c) Análise da potencialidade didática da temática relacionada de acordo com os princípios da pesquisa qualitativa. A partir deste levantamento, foi possível verificar viabilidade educacional, da potencialidade didática da temática ACV do etanol, verificou-se que a ISO 14040 tem como objetivo garantir a sustentabilidade do produto desde o “berço” até o “túmulo”, ou seja, desde a matéria prima “cana de açúcar” até o destino final do etanol. A conclusão foi que a temática ACV do etanol possibilita discussões a respeito da sustentabilidade articulada com problemáticas da região possibilitando discussões no contexto educacional.</p> Jonathan Kenji Hisatsugu Ademir de Souza Pereira Antônio Costa Neto Fernando Sian Oliveira Copyright (c) 2022 Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-09-24 2022-09-24 19 1 95 113 A ASCENSÃO DA MÁQUINA POLÍTICA MODERNA: HOBBES, LOCKE E MONTESQUIEU https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/29773 <p>Este trabalho analisou as funções atribuídas à vontade e à virtude na história da teoria das formas de governo em relação com a possibilidade de participação do povo no poder. A análise partiu de quatro pilares, a teoria das formas de governo, a ideia do bem comum, a ideia de tirania do povo e o que foi chamado de núcleo argumentativo da filosofia política. Através da comparação dos autores selecionados, chegamos aos núcleos argumentativos desta época. O núcleo moderno começa a se formar através da ideia de um mecanismo capaz de permitir que a vontade governe em direção ao bem comum, terminando por formar um mecanismo composto por três poderes, sistema de freio do poder, estado de legalidade, direitos naturais e vontade na centralidade do núcleo.</p> Felipe Augusto Mariano Pires Copyright (c) 2022 Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-09-24 2022-09-24 19 1 3 29 UMA HIPÓTESE HOMEOSTÁTICA NA FILOSOFIA ARISTOTÉLICA https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/29834 <p>Nesta pesquisa, busca-se como objetivo geral apresentar que a filosofia de Aristóteles supõe uma extensão desde os traços dos primeiros estímulos comuns até as faculdades noéticas. Trata-se de um modelo fisiológico que visa sustentar que a homeostase humana não termina na organização corpórea, mas sim, acresce aos estados perceptivos e reflexivos. Apresenta-se o processo de homeostase como uma relação entre os ruídos do mundo e o nosso sistema nervoso. Este processo seria um dos principais papeis do sistema nervoso: gerador de ordem. Considera-se, assim, a vivacidade contemporânea de Aristóteles entre a filosofia, a biologia e a física, mas principalmente as discussões acerca da deflação informacional. A metodologia da pesquisa se baseou exclusivamente em levantamentos bibliográficos interdisciplinares em relação à problemática de Aristóteles.</p> gustavo luiz gava Copyright (c) 2022 Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-09-24 2022-09-24 19 1 30 50 Editorial https://periodicos.ufrn.br/saberes/article/view/30458 RONNY DIOGENES MENEZES Copyright (c) 2022 Saberes: Revista interdisciplinar de Filosofia e Educação http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2022-09-24 2022-09-24 19 1 2 2