A IMPORTÂNCIA DE UMA MARCA COLETIVA NA CONSTRUÇÃO DE TERRITÓRIOS

O CASO DA ASSOCIAÇÃO ACOLHIDA NA COLÔNIA/SC/BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2177-8396.2021v33n3ID26111

Resumo

Objetiva-se avaliar o processo de construção da Acolhida na Colônia e a adoção, por ela, da estratégia “Sinais Distintivos” enquanto contribuição e consolidação do território das Encostas da Serra Geral, situado no Sudeste do estado de Santa Catarina, no Sul do Brasil, através do fortalecimento de alguns atributos territoriais (Identidade territorial, pertencimento e capital social). Foram realizados revisão bibliográfica, levantamento e análise de trabalhos acadêmicos e de documentos administrativos e coleta de dados de campo. Conclui-se que as estratégias utilizadas para implantar o agroturismo, as ações da Associação de Agroturismo e a efetividade de sua marca são elementos fundamentais para a construção do território, sobretudo pela sua contribuição para o fortalecimento do capital social, do sentimento de pertencimento e do reconhecimento da identidade territorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valério Turnes, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1986), mestrado em Engenharia Civil
pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996), doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade
Federal de Santa Catarina (2004) E pós doutorado na FURB/SC. Os trabalhos acadêmicos e técnicos principais tratam de temas relacionados ao planejamento e monitoramento de processos de desenvolvimento territorial. Profissionalmente, desenvolveu trabalhos de assistência técnica e extensão rural; atuando também como consultor privado em áreas relacionadas ao planejamento. Durante anos exerceu diversas funções junto a organismos multilaterais de cooperação técnica internacional: consultor técnico em diversos projetos em diversas regiões do Brasil, Oficial de Programa do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), gerente do Escritório Estadual do PNUD em Santa Catarina. Professor Adjunto do Centro de Ciências da Administração e Ciências Sócioeconômicas da Universidade do Estado de Santa Catarina (ESAG/UDESC). Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental - PPGPLAN (mestrado e doutorado), Professor colaborador da Fundação Escola de Governo (ENA/SC). Tem experiência profissional e diversas publicações em temas como: planejamento do desenvolvimento, metodologias participativas, organização social e econômica, indicadores de desenvolvimento, avaliação de projetos de desenvolvimento etc. 

Carlos Alberto Cioce Sampaio, Fundação Universidade de Blumenau

Administrador/PUCSP, Mestre e Doutor em Planejamento e Gestão Organizacional para o Desenvolvimento Sustentável/UFSC com estágio sandwich em Economia Social/EHESS (França). Pós-doutorado em Ecossocioeconomia/UACH (Chile), Cooperativismo Empresarial/U.Mondragon (Espanha) e Ciências Ambientais/WSU (USA). Pesquisador de Produtividade/CNPq. É professor dos Programas de Pós-Graduação (PPG) em Desenvolvimento Regional/FURB, Gestão Ambiental /UP e Governança e Sustentabilidade/ISAE. Colabora no PPG em Meio Ambiente e Desenvolvimento/UFPR. É pesquisador visitante do Laboratório de Processos Interpessoais/WSU e professor visitante no PPG em Desenvolvimento a Escala Humana e Economia Ecológica/UACh. Coordena o Núcleo de Ecossocioeconomia e em parceria Núcleo de Políticas Públicas. Coordenador (2016-2018) e Coordenador Adjunto (2012-2016) da Área de Ciências Ambientais/CAPES. Membro do Conselho Técnico Superior (CTC) ampliado/Capes entre 2016 - 2018. Foi membro do Comitê Consultivo de Planejamento Urbano e Regional/F. Araucária). Realizou estágios com dois pesquisadores seniores, Manfred Max-Neef (ganhador do Prêmio Nobel Alternativo) e Ignacy Sachs (um dos criadores do Ecodesenvolvimento), além do estágio no Complexo Cooperativo de Mondragón, País Basco, exemplo paradigmático global de cooperativismo, 2009. Fulbright Foundation Scholar (EUA), 2015, Professor visitante do Centro Brasileiro de Estudos Contemporâneos da Escola Superior de Ciências Sociais de Paris, 1996, e do Centro de Estudos Ambientais da Universidade Austral do Chile (UACH, 2005. É pioneiro em pesquisas teóricas e empíricas sobre o tema Ecossocioeconomias das Organizações, compreendendo Planejamento e Gestão Organizacional para o Desenvolvimento Territorial Sustentável, e Arranjos Institucionais e Socioprodutivos de Base Territorial e Turismo de Base Comunitário na América Latina. Publicou cerca de 132 artigos em periódicos e 195 trabalhos publicados em eventos nacionais e internacionais, além de 14 livros e 74 capítulos. Orientou cerca de 110 trabalhos: 8 Pós-Doutorados, 15 Doutorados, 46 Mestrados, 5 Especializações, 15 TCC, 18 IC e 3 Estágios. Participou de 197 bancas: 71 Doutorados, 110 Mestrados e 16 Graduações,

Denis Sautier, Cirad - Centro de cooperação internacional em pesquisa agronômica para o desenvolvimento

Senior Researcher, CIRAD (French Agricultural Research Centre for International Development), Environment and Societies Department (ES), “Innovation” Joint Research Unit.

Thaise Costa Guzzatti, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Graduada em Agronomia (UFSC, 1998) e Licenciada em Geografia (UNIVALI, 2011). Realizou o mestrado em engenharia (UFSC, 2003), o doutorado em Geografia (UFSC, 2010) e o Pós-doutorado em políticas públicas(FURB, 2013). Atualmente estou professora adjunta da Universidade Federal de Santa Catarina, no curso de Licenciatura em Educação do Campo. Sou tutora do PET Educampo (Programa de Educação Tutorial da Educação do Campo), do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). As pesquisas atuais estão relacionadas a teoria da Cesta de Bens e Serviços Territoriais, formuladas principalmente por Bernard Pecqueur, com foco na participação do agroturismo. Do ponto de vista da extensão, as atividades estão centradas no desenvolvimento da Associação de Agroturismo Acolhida na Colônia no Brasil, mas também em outros países.

Downloads

Publicado

18-03-2022

Como Citar

TURNES, V.; SAMPAIO, C. A. C.; SAUTIER, D.; GUZZATTI, T. C. A IMPORTÂNCIA DE UMA MARCA COLETIVA NA CONSTRUÇÃO DE TERRITÓRIOS: O CASO DA ASSOCIAÇÃO ACOLHIDA NA COLÔNIA/SC/BRASIL. Sociedade e Território, [S. l.], v. 33, n. 3, p. 136–158, 2022. DOI: 10.21680/2177-8396.2021v33n3ID26111. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/sociedadeeterritorio/article/view/26111. Acesso em: 28 set. 2022.