A DISPERSÃO INSTITUCIONAL DA AGENDA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL BRASILEIRA NOS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO NORTE

Autores

  • Luciana da Costa Feitosa Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Lucas Costa Rodrigues Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Vitor Spinelli de Medeiros

DOI:

https://doi.org/10.21680/2177-8396.2021v33n3ID26940

Resumo

O artigo tem por objetivo analisar o arranjo institucional que dá sustentação às políticas e programas de desenvolvimento regional oriundas da União nos municípios do Rio Grande do Norte (RN). A premissa da investigação considera que arranjos e mecanismos institucionais coesos são imprescindíveis para a promoção do desenvolvimento regional nas diferentes escalas do planejamento governamental. A metodologia de trabalho pautou-se no cruzamento das transferências de recursos dos programas de desenvolvimento regional feitas pelo Governo Federal com a estrutura organizacional dos municípios do RN. O trabalho identificou uma dispersão e sombreamento de competências institucionais relativas aos temas dos programas nas diversas secretarias dos municípios do RN e uma baixa capacidade de angariamento desses recursos pelos entes subnacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-03-2022

Como Citar

DA COSTA FEITOSA, L.; COSTA RODRIGUES, L. .; SPINELLI DE MEDEIROS, V. A DISPERSÃO INSTITUCIONAL DA AGENDA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL BRASILEIRA NOS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO NORTE. Sociedade e Território, [S. l.], v. 33, n. 3, p. 62–81, 2022. DOI: 10.21680/2177-8396.2021v33n3ID26940. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/sociedadeeterritorio/article/view/26940. Acesso em: 17 ago. 2022.