A AUTONOMIA DAS PERSONAGENS FEMININAS COMO CONFIGURAÇÃO DO NEORREGIONALISMO BRASILEIRO

Autores

  • Esrasmo Braga de Oliveira Brito Universidade Federal do Piauí

Palavras-chave:

Neorregionalismo, Narrativa, Literatura Brasileira, História da Literatura, Autores Neorregionalistas

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a configuração literária do neorregionalismo brasileiro, em observância de alguns dos elementos para base da categorização a autonomia feminina nas obras. Destaca-se que a maior parte desses romances neorregionalistas segue a tônica da escrita como fator de resistência e memória dos aspectos regionais no tocante a sua valorização. Utiliza-se para estudos da caracterização do Neorregionalismo Brasileiro as obras Beira Rio, Beira Vida; A Filha do Meio-Quilo de Assis Brasil - Sombra Severa de Raimundo Carrero. Pretende-se analisar como o regionalismo surgiu e se desenvolveu em conflito com a modernização; como as personagens femininas no Neorregionalismo se vestem de autonomia ao contrário das obras anteriores.  A presente pesquisa caracteriza-se, essencialmente, como bibliográfica. Utilizando-se como base os seguintes autores: Bakhtin (2011), Bosi (2002), Candido (2000; 2005), CERTEAU (2006). Buscou-se, primeiro, a fundamentação necessária para caracterizar essa nova tendência literária brasileira. Em seguida, a análise da autonomia feminina para configuração do Neorregionalismo Brasileiro. E por último, os estudos sobre a memória neorregionalista como instrumento de resistência à crescente globalização da cultura com sua homogeneização.

Herasmo Braga de Oliveira Brito é professor Adjunto I da Universidade Estadual do Piauí e possui doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Líder do grupo de pesquisa Núcleo de Estudos em Neorregionalismo, Imaginário e Narratividade (NENN), registrado no Diretório de Pesquisas do CNPq. Membro do Comité de Ética da Pesquisa da UESPI. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, atuando principalmente nas seguintes linhas: Literatura Brasileira (Neorregionalismo Literário Brasileiro), Teoria Literária (estudos da narratividade e mímeses) e Literatura Comparada (diálogos entre Literatura e Cinema; Cinema Regionalista e Neorregionalista; Literatura e História).

Artigo submetido para avaliação em 28/06/2017; publicado em 11/07/2017.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

11-07-2017

Como Citar

BRITO, E. B. de O. A AUTONOMIA DAS PERSONAGENS FEMININAS COMO CONFIGURAÇÃO DO NEORREGIONALISMO BRASILEIRO. Imburana: revista do Núcleo Câmara Cascudo de Estudos Norte-Rio-Grandenses, [S. l.], v. 7, n. 14, p. 71–96, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/imburana/article/view/12355. Acesso em: 20 maio. 2022.