FEDERALISMO, FRAGILIDADE FINANCEIRA E OS DESAFIOS CONJUNTURAIS PARA A ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE

  • Caio Cezar Fernandes da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • William Eufrásio Nunes Pereira

Resumo


O presente artigo busca abordar os aspectos estruturais sob os quais o espaço econômico do Rio Grande do Norte adentra na nova conjuntura de crise, especialmente no que tange aos problemas e limitações de ação do governo estadual. Em primeiro lugar, foi demonstrado que que se acumulam elementos regressivos historicamente, e após um período de crescimento considerável, as novas crises possuem alto potencial destrutivo dos ganhos econômicos auferidos. Em segundo lugar, o contexto federativo e os problemas das instituições de estado local, materializados na questão financeira, engessam a possibilidade de iniciativas locais para combater a crise. Concluímos que sem a intervenção e coordenação do Estado Nacional de forma efetiva não será possível visualizar um horizonte diferente se não o de crise generalizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
05-02-2021
Como Citar
DA SILVA, C. C. F.; EUFRÁSIO NUNES PEREIRA, W. FEDERALISMO, FRAGILIDADE FINANCEIRA E OS DESAFIOS CONJUNTURAIS PARA A ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE. Revista de Economia Regional, Urbana e do Trabalho, v. 9, n. 2, p. 94 - 123, 5 fev. 2021.