A homossexualidade e as Representações Sociais: uma revisão de literatura

uma revisão de literatura

  • Otávio Calile Universidade de Brasília

Resumo

A Teoria das Representações Sociais (TRS) constitui-se como um campo de saber do senso comum, cuja finalidade é instrumentalizar os grupos sociais para lidar com objetos não familiares. Partindo da premissa de que as questões que envolvem a homossexualidade ainda causam estranhamento em contextos sociais diversos, nosso principal objetivo, então, foi empreender uma revisão de literatura acerca de estudos que se dispuseram a entender essas questões sob o ponto de vista da articulação entre sexualidade e RS. Para isso, empreendemos uma revisão sistemática focada nas publicações em periódicos nacionais e internacionais, entre 2004 e 2017, nas bases de dados do SciELO - Scientific Eletronic Library, ProQUEST e do Portal de Periódicos da CAPES, utilizando-se as palavras-chave: sexualidade, representações sociais; sexuality and social representations. Foram encontrados 22 (vinte e dois) artigos, sendo a maioria trabalhos brasileiros. Os resultados puderam ser agrupados em três categorias de estudos:  a) homoafetividade e a constituição de famílias; b) análise do preconceito pela TRS; c) sexualidade e gênero em contextos educacionais. Esses resultados apontam que os artigos encontrados se pautam principalmente em uma avaliação qualitativa do fenômeno, sustentada por uma análise estrutural das RS (Abric, 2003), assim como um esforço direcionado às análises do discurso e do conteúdo. Poucos estudos investigaram a zona muda das representações sociais, ainda que a temática da sexualidade se apresente como uma objeto socialmente sensível.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
21-08-2019
Como Citar
CALILE, O. A homossexualidade e as Representações Sociais: uma revisão de literatura. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, v. 13, n. 20, 21 ago. 2019.