As Diferentes Teorias da Midiatização e Sua Aplicação ao Futebol Brasileiro

Autores

  • Danilo Fontanetti Christofoletti Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

DOI:

https://doi.org/10.21680/1982-5560.2019v20n2ID11711

Palavras-chave:

midia, futebol, comunicação, cultura, teoria

Resumo

Esse artigo tem o objetivo de propor uma discussão acerca do processo de midiatização na sociedade brasileira, em específico, a midiatização do futebol brasileiro, considerando a perspectiva de midiatização proposta por Stig Hjarvard (2014), em sua obra: “A midiatização da cultura e sociedade”. Sob essa perspectiva, a mídia tornou-se tão intimamente ligada às demais instituições sociais que ela mesma se tornou uma instituição social, semi-independente, que constantemente interage e modifica os demais campos sociais. Desta maneira, já não é mais possível pensar a mídia separada do resto da cultura e sociedade, da mesma forma em que não se pode mais pensar as diversas esferas sociais operando fora da lógica midiática. O futebol brasileiro, símbolo da maior expressão esportiva nacional, também passa a operar sob a lógica midiática, se tornando, então, um esporte midiatizado, o que influencia em todos os aspectos de seu funcionamento e forma de existir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danilo Fontanetti Christofoletti, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

Mestrando no Programa de Pós-gradução em Linguagens, Mídia e Arte da PUC-Campinas. Graduado em Jornalismo. Área de estudo: Comunicação, midiatização e futebol brasileiro.

Downloads

Publicado

08/10/2021

Como Citar

CHRISTOFOLETTI, D. F. As Diferentes Teorias da Midiatização e Sua Aplicação ao Futebol Brasileiro. Revista Cronos, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 56–70, 2021. DOI: 10.21680/1982-5560.2019v20n2ID11711. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/11711. Acesso em: 25 jun. 2024.