Migração e novas mídias: um diálogo sobre a experiência familiar transnacional de estrangeiras presas em São Paulo e de trabalhadoras filipinas residentes em Londres

Autores

  • Bruna Louzada Bumachar Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - Unicamp

Resumo

O presente artigo constitui um exercício de reflexão sobre os usos das tecnologias de comunicação entre estrangeiras presas na Penitenciária Feminina da Capital (São Paulo) à luz do livro Migration and New Media: Transnational Families and Polymedia (Madianou & Miller, 2012a). O ponto de encontro entre a pesquisa apresentada nesse livro e a que desenvolvo em meu doutorado é a reflexão em torno da importância das tecnologias de comunicação na experiência de maternidade de migrantes transnacionais. Ambas estão fundadas no trabalho de campo etnográfico multi-situado e de longa duração e buscam dar conta, dentre outras coisas, de uma questão em comum: como mães e filhos mantêm seus vínculos e seus respectivos papéis quando separados ao longo de anos pela migração transnacional? A partir do diálogo ficcional entre uma filipina residente em Londres e uma estrangeira presa em São Paulo, exploro a rentabilidade para minha pesquisa da teoria sobre polimídia apresentada pelos dois autores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Louzada Bumachar, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - Unicamp

doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Campinas

Downloads

Publicado

04-06-2013

Como Citar

BUMACHAR, B. L. Migração e novas mídias: um diálogo sobre a experiência familiar transnacional de estrangeiras presas em São Paulo e de trabalhadoras filipinas residentes em Londres. Revista Cronos, [S. l.], v. 12, n. 2, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/2219. Acesso em: 2 dez. 2023.