Patronagem e formação de coalizões: o caso da Unidade Popular no RN

Autores

  • Alan lacerda IUPERJ
  • Bruno Cesário de Oliveira UFRN

Resumo

O trabalho realiza um estudo de caso acerca da coalizãoUnidade Popular, grupo liderado pelo PMDB no estadodo Rio Grande do Norte e ocupante do governo estadualde 1995 a 2002. Empregando a teoria de coalizõesdesenvolvida por William Riker, procura analisar comoa formação de coalizões se dá em contextos de elevadouso de patronagem como recurso de poder político. Àampliação da Unidade Popular no período que vai de1994 a 2000 seguiu-se uma retração de seu tamanho em2001 e princípios de 2002. O trabalho defende a hipótesede que a incerteza em relação ao pleito de 2002 impulsionoutentativas de expansão da coalizão que, por suavez, foram determinantes para a subseqüente redução.O trabalho utiliza dados eleitorais e relativos à migraçãopartidária, comparando diversos momentos da históriapolítica recente do RN.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-01-2013

Como Citar

LACERDA, A.; OLIVEIRA, B. C. de. Patronagem e formação de coalizões: o caso da Unidade Popular no RN. Revista Cronos, [S. l.], v. 5, n. 1/2, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/3248. Acesso em: 15 jul. 2024.