UMA CRÍTICA DA MONTAGEM CAPITALISTA, COLONIAL, PATRIARCAL

Autores

  • Julia Expósito UNR/Argentina
  • Emiliano Sacchi

Palavras-chave:

Colonialidade, Capitalismo, Patriarcado, Marxismo, Feminismo

Resumo

Neste trabalho buscamos indagar, de modo crítico, sobre a relação entre capitalismo, patriarcado e colonialidade. Essas três dimensões constituem-se mutuamente e sem hierarquias, formando uma montagem em que cada uma é suporte das outras. O capitalismo, a colonialidade e o patriarcado nasceram no mesmo dia e sob uma relação de pressuposição mútua. Quer dizer, os respectivos formatos de organização da experiência em termos de classe, raça, sexo, gênero não são realidades distintas que existam isoladas entre si e cuja articulação só seja possível a posteriori. Para formular essas questões vamos encarar nosso trabalho a partir de duas perspectivas. Por um lado, desde uma crítica decolonial que foi trabalhada, sobretudo, na vinculação entre capitalismo e colonialidade. Por outro, desde uma crítica feminista que tem trabalhado na relação entre capitalismo e patriarcado. Seguindo esses desenvolvimentos, reconhecendo suas potencialidades e seus limites, pretendemos alcançar algumas estratégias para compreender o triedro capitalista colonial patriarcal, a figura que compõem, a força de seus relacionamentos e suas linhas de fratura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-07-2024

Como Citar

EXPÓSITO, J.; SACCHI, E. UMA CRÍTICA DA MONTAGEM CAPITALISTA, COLONIAL, PATRIARCAL. Revista Cronos, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 9–30, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/36305. Acesso em: 22 jul. 2024.