Circularidades entre festa, religiosidade e espetáculo no Maracatu de Baque Solto do Recife/PE

Autores

  • José Roberto Feitosa de Sena UFPB

Resumo

O Maracatu de Baque Solto ou Maracatu Rural é uma manifestação de cultura popular pernambucana, que em suas apresentações carnavalescas percebem-se moventes circularidades entre cultura popular e religiosidades marcadas por polivalências religiosas que entrelaçam rituais litúrgicos da Jurema, da
Umbanda, do catolicismo popular e de elementos orientais e esotéricos. Na contemporaneidade muitos grupos resistem nesse envolvimento espiritual, ao atribuírem o sucesso da “brincadeira” aos rituais religiosos de preparação para saída ao carnaval e a outros festejos. Estes ritos são permeados de símbolos
e significados característicos do campo religioso brasileiro. Investigando a agremiação cultural supracitada, o presente artigo visa refletir sobre as relações interdependentes e circulares entre festas populares, religiosidades plurais e espetáculo, trazendo à baila a realidade desses grupos de cultura popular como
mote para o debate teórico, cujos pressupostos iniciais apontam para o fenomêno a partir da relação
porosa, múltipla e circular entre culturas e religiosidades nos Maracatus, envoltos entrecruzadamente
na espetacularização cultural da contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-11-2015

Como Citar

FEITOSA DE SENA, J. R. Circularidades entre festa, religiosidade e espetáculo no Maracatu de Baque Solto do Recife/PE. Revista Cronos, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 72–86, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/8262. Acesso em: 24 jul. 2024.