Coisas são mais que coisas: ex-votos no Círio em Belém-PA, expressividades e materialidades do sagrado

Autores

  • Anselmo do Amaral Paes SIM/SECULT-PA

Resumo

A expressividade e materialidade do sagrado é objetivo principal deste esforço de pesquisa, centrado no cosmos dos ex-votos (considerando práticas e lógicas) e segue estes artefatos durante a “paisagem devocional” da procissão do Círio de Nossa Senhora de Nazaré em Belém do Pará. Durante a principal procissão, chamada Círio, os ex-votos são levados por devotos como pagamento de “promessas”. A ação de prometer, de compromisso e de diálogo, a perspectiva da obrigação mútua, insere-se na dramaticidade e densidade da produção de artefatos votivos que buscam expor os dramas que compõe a vida humana. Para compreender este evento criador investe-se teoricamente na busca de dissolver suas fronteiras - enquanto “objetos” e teoricamente, dialogando com concepções teóricas que permitem aproximação de sua materialidade e fenomenologia. Conclui-se que coisas são mais que coisas e os ex-votos expressam cosmos e, somente assim, podem ser compreendidos
em sua complexidade e beleza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10/04/2016

Como Citar

DO AMARAL PAES, A. Coisas são mais que coisas: ex-votos no Círio em Belém-PA, expressividades e materialidades do sagrado. Revista Cronos, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 35–54, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/8439. Acesso em: 29 maio. 2024.