PARALELOS ENTRE AVES, PARALELOS ENTRE ÁRVORES: O SÍMBOLO JUNGUIANO EM LOURIVAL AÇUCENA E AUGUSTO DOS ANJOS

Autores

Palavras-chave:

Poesia brasileira, Cultura, Literatura e Psicanálise.

Resumo

Neste artigo, elaboramos uma leitura comparada entre os poetas brasileiros Lourival Açucena e Augusto dos Anjos. O critério de escolha dos poemas para análise foi a temática das aves e das árvores. Observaremos como cada eu lírico trata o tema, destacando tanto as semelhanças quanto as diferenças, em um diálogo que tende a enriquecer a interpretação literária. Para tanto, ancorar-nos-emos em algumas considerações sobre os símbolos, elaboradas por Carl Gustav Jung, em “Chegando ao inconsciente”, capítulo central de O homem e seus símbolos. Trata-se de um trabalho bibliográfico, analítico e interpretativo.

Artigo apresentado como requisito de conclusão do curso de Especialização em Literatura e Cultura do Rio Grande do Norte (Núcleo Câmara Cascudo de Estudos Norte-rio-grandeses/UFRN), no ano de 2013.

Alexsandro Lino da Costa é licenciado em Letras - Língua Portuguesa, Especialista em Literatura e Cultura do RN e Mestre em Estudos da Linguagem (área de concentração em Literatura Comparada - PPgEL/UFRN)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexsandro Lino Costa, UFRN

Mestre em Estudos da Linguagem, Especialista em Literatura e Cultura do RN, licenciado em Letras - Língua Portuguesa.

Downloads

Publicado

21-08-2016

Como Citar

COSTA, A. L. PARALELOS ENTRE AVES, PARALELOS ENTRE ÁRVORES: O SÍMBOLO JUNGUIANO EM LOURIVAL AÇUCENA E AUGUSTO DOS ANJOS. Imburana: revista do Núcleo Câmara Cascudo de Estudos Norte-Rio-Grandenses, [S. l.], v. 5, n. 10, p. 53–67, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/imburana/article/view/10017. Acesso em: 18 ago. 2022.