H. Dobal, leitor de Da Costa e Silva: representação poética e desleitura

  • Wanderson Lima
Palavras-chave: Da Costa e Silva, H. Dobal, Piauí, Representação poética, Tessera.

Resumo

Estudo comparativo da representaçáo poética da paisagem física e humana do Piauí nas obras de Da Costa e Silva e Hindemburgo Dobal. Objetiva-se explicitar como H. Dobal, neste sentido, encetou um diálogo produtivo com a obra de Da Costa e Silva. O autor de O Tempo Conseqüente dialogou incessantemente com a obra dacostiana, complementando-a antiteticamente através de um expediente que o crítico Harold Bloom, em sua teoria da influência, denomina tessera.

 

Wanderson Lima é professor de literatura da Universidade Estadual do Piauí - UESPI e doutorando em literatura comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN.

E-mail: wandersontorres@hotmail.com

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
18-10-2011
Como Citar
LIMA, W. H. Dobal, leitor de Da Costa e Silva: representação poética e desleitura. Imburana: revista do Núcleo Câmara Cascudo de Estudos Norte-Rio-Grandenses, v. 2, n. 4, p. 59-77, 18 out. 2011.