A cena Mitopoética: relações do consciente e do inconsciente no processo de criação

Autores

  • Saulo Vinicius Almeida UFRGS
  • Luciana Morteo Éboli Prof. Dr. UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.21680/2595-4024.2018v1n1ID15008

Resumo

Este trabalho analisa o conceito de Mitopoética no espetáculo Sebastian, uma obra
de dança teatro que se constitui a partir do encontro do mito de São Sebastião com
a história do ator-dançarino Sebastian Habib. Com base nos estudos do mito de
Mircea Eliade e do rito por Michel Mauss, discute as escolhas cênicas e o processo
de criação a partir do conceito de mito pessoal. Relaciona conceitos simbólicos de
Carl Jung, elementos das memórias individual e coletiva, além das narrativas
expressas através da memória do corpo, nas percepções de Gaston Bachelard,
Jerzy Grotowski e Antonin Artaud.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

26-03-2018

Como Citar

ALMEIDA, S. V.; ÉBOLI, L. M. A cena Mitopoética: relações do consciente e do inconsciente no processo de criação. Manzuá: Revista de Pesquisa em Artes Cênicas, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 23–38, 2018. DOI: 10.21680/2595-4024.2018v1n1ID15008. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/manzua/article/view/15008. Acesso em: 13 ago. 2022.