O efeito do tamoxifeno no perfil lipí­dico, hepático e função renal de pacientes portadoras de câncer de mama

Autores

  • Ana Rachel Freitas Barbosa
  • Ney Moura Lemos Pereira
  • Jacy Maria de Souza Lia Fook
  • Marcos Dias Leão
  • Telma Maria Araújo Moura Lemos

Resumo

O Tamoxifeno (TAM), um antagonista náo esteroidal do estrogênio, tem sido amplamente utilizado desde a década de 70 em tratamento hormonal adjuvante do câncer da mama primário. O TAM interfere com o a proliferaçáo de células estrogênio-dependente do câncer da mama e melhora o prognóstico pós-operatório de pacientes após o diagnóstico de pacientes pós menopausadas. O objetivo do presente estudo foi avaliar o perfil lipídico de pacientes pós- menopausadas portadoras de câncer de mama, após uso prolongado desta droga. Trata-se de um estudo transversal, envolvendo 30 pacientes portadoras de câncer de mama submetidas à hormonioterapia que faziam uso de 20mg diários de Citrato de Tamoxifeno. Das pacientes estudadas 80% estáo em Hormonioterapia. O colesterol total apresentou valores de média de mediana de 180mg/dL. Para os valores de HDL-c as pacientes estudadas apresentaram valores de média e mediana 3510 e 39mg/dL; para o LDL-c foi encontrado valores de média e mediana de 10256 e 105mg/dL e os triglicérides apresentaram valores de média e mediana de 21046. As alterações no perfil lipídico foram observadas nas pacientes estudadas, entretanto, as funções hepática e renal apresentam-se preservadas.

 

Palavras-chave: perfil lipídico, câncer de mama, tamoxifeno

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-11-2009

Como Citar

FREITAS BARBOSA, A. R.; LEMOS PEREIRA, N. M.; LIA FOOK, J. M. de S.; LEÃO, M. D.; ARAÚJO MOURA LEMOS, T. M. O efeito do tamoxifeno no perfil lipí­dico, hepático e função renal de pacientes portadoras de câncer de mama. Revista PublICa, [S. l.], v. 4, n. 2, 2009. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/publica/article/view/93. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Saúde e Biomédica