DIFERENÇAS SALARIAIS POR GÊNERO E COR NOS ESTADOS DO PARANÁ E DE PERNAMBUCO EM 2005 E 2015

Autores

  • Guilherme Grunwald Castilho Gonçalves
  • Pedro Henrique Souza Nadú UEL
  • Katy Maia

DOI:

https://doi.org/10.21680/2316-5235.2021v10n2ID23002

Resumo

Este artigo analisou as diferenças salariais e discriminação por gênero e cor da população ocupada do Paraná e Pernambuco, em 2005 e 2015, por meio dos microdados da PNAD/IBGE. A metodologia baseou-se na descrição do perfil populacional, nas equações mincerianas e na decomposição salarial de Oaxaca-Blinder entre homens brancos, não brancos, mulheres brancas e não brancas. Os resultados indicaram discriminação por gênero e cor, em ambos os estados. Aumentou a discriminação de gênero entre não brancos e reduziu entre brancos nos dois estados, principalmente em Pernambuco. A maior discriminação por gênero e cor foi entre homens brancos e mulheres não brancas, em ambos estados, com maior intensidade no Paraná.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03-12-2021

Como Citar

GONÇALVES, G. G. C. .; NADÚ, P. H. S.; MAIA, K. . DIFERENÇAS SALARIAIS POR GÊNERO E COR NOS ESTADOS DO PARANÁ E DE PERNAMBUCO EM 2005 E 2015. Revista de Economia Regional, Urbana e do Trabalho, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 148–179, 2021. DOI: 10.21680/2316-5235.2021v10n2ID23002. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/rerut/article/view/23002. Acesso em: 6 jul. 2022.