ANÁLISE DOS EFEITOS TOTAIS, DIRETOS, INDIRETOS E DE TRANSBORDAMENTO NA ECONOMIA BRASILEIRA MEDIANTE O AUMENTO NA PRODUÇÃO DE ETANOL VIA ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO:

A LUZ DA ANÁLISE DE INSUMO-PRODUTO

Autores

  • Stéphani Cetimia Mariotti Ruiz UNICAMP/Instituto de Economia

DOI:

https://doi.org/10.21680/2316-5235.2021v10n2ID24036

Resumo

A partir do crescimento no debate político e econômico internacional em relação a busca pela sustentabilidade dos recursos naturais e preservação do meio ambiente. Este artigo via analisar os efeitos na economia brasileira se houver um aumento na produção de etanol de segunda geração, pois esse biocombustível avançado derivado da biomassa lignocelulósica (no caso do Brasil essa biomassa é derivada do bagaço e da palha de cana-de-açúcar) fornece vantagens competitivas, produtivas e ambientais para o setor sucroenergético. A metodologia utilizada é a Análise de Insumo-Produto (AIP), cuja aplicação fornece informação a respeito dos efeitos gerados dos setores da economia, com o foco os efeitos diretos, indiretos e de transbordamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

03-12-2021

Como Citar

MARIOTTI RUIZ, S. C. ANÁLISE DOS EFEITOS TOTAIS, DIRETOS, INDIRETOS E DE TRANSBORDAMENTO NA ECONOMIA BRASILEIRA MEDIANTE O AUMENTO NA PRODUÇÃO DE ETANOL VIA ETANOL DE SEGUNDA GERAÇÃO:: A LUZ DA ANÁLISE DE INSUMO-PRODUTO. Revista de Economia Regional, Urbana e do Trabalho, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 65–87, 2021. DOI: 10.21680/2316-5235.2021v10n2ID24036. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/rerut/article/view/24036. Acesso em: 5 dez. 2022.