EDUCAÇÃO CONTEXTUALIZADA NO SEMIÁRIDO: O QUE A GEOGRAFIA TEM A VER COM ISSO?

Resumo

Enquanto disciplina escolar, a Geografia é uma das responsáveis por discutir aspectos relacionados ao semiárido brasileiro, devendo contextualizá-lo, em especial, quando trabalhado em escolas que estão situadas no próprio semiárido. Nesse sentido, o trabalho tem como objetivo geral compreender o papel da Geografia escolar na percepção do semiárido a partir de discussões desenvolvidas com alunos da cidade de Novo Santo Antônio/PI. Como objetivos específicos, têm-se: entender como o semiárido é percebido e ensinado no Centro Educacional José Marcelo Pessoa; identificar a perspectiva do professor de Geografia com relação ao semiárido; analisar se a prática pedagógica de Geografia contribui para formação cidadã e melhor convivência do aluno no semiárido. No intuito de alcançar os objetivos propostos, foi estabelecido como metodologia, em um primeiro momento, a busca por um referencial teórico que embasasse conceitualmente a pesquisa, como Castrogiovanni, Callai e Kaercher (2004); Silva (2006); Lima (2010) e Reis (2010), dentre outros. Em um segundo momento, foi realizada uma pesquisa de campo por meio de entrevista e por fim, foram analisados os dados coletados. A pesquisa revelou a importância da educação contextualizada e que o Ensino de Geografia pode contribuir na construção de percepção dos alunos sobre o ambiente em que vivem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco José da Silva Santos, Universidade Federal do Piauí - UFPI

trando em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia, na linha de pesquisa Ensino de Geografia, da Universidade Federal do Piauí - PPGGEO/UFPI (Biênio 2019/2021). Especialista em Docência do Ensino Superior e Gestão Escolar pelo Instituto Superior de Educação São Judas Tadeu - ISESJT (2018). Graduado em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Federal do Piauí - UFPI (2016). Atualmente leciona no Ensino Fundamental pela Secretaria Municipal de Educação de Viçosa do Ceará. Lecionou pela Secretaria de Estado da Educação do Piauí (SEDUC), atuando em um Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) na 5ª Gerência Regional de Educação em Campo Maior/PI (20017-2019). Participou do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) pela UFPI de 2014 a 2016. Foi representante estudantil junto ao Colegiado do Curso de Geografia no ano de 2013. É membro e pesquisador do Grupo de Estudos em Geografia, Docência e Currículo - GEODOC/ UFPI. Possui proximidade com as seguintes áreas temáticas da geografia: Ensino de Geografia, Geografia Humana e Avaliação no Ensino de Geografia.

Raimundo Lenilde de Araújo, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Pós-doutorado em Ensino de Geografia/Educação Ambiental (2018/UFC). Doutor em Educação Brasileira (2012/UFC). Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (2003/UFC). Especialista em Ensino de Geografia (1993/UECE). Graduação em Geografia - Licenciatura (1989/UECE). É Professor Efetivo, Classe Associado I, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), lotado na Chefia do Curso de Geografia (CCGO) e Atividade Profissional no Curso de Licenciatura em Geografia e no Programa de Pós-graduação em Geografia/Mestrado em Geografia. Exerceu a função de Coordenador de Graduação em Geografia da UFPI – Licenciatura, no período de abril de 2012 a abril de 2016. Entre abril de 2017 e abril de 2019 exerceu a função de subcoordenador do Programa de Pós-graduação em Geografia – PPGGEO/UFPI. A partir de abril de 2019 exerce a função de Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geografia – PPGGEO/UFPI, até abril de 2021. É Avaliador Institucional e de Cursos Superiores de Geografia do SINAES BASis/MEC. Participa de Comissões e Colegiados da UFPI. Tem experiência em Geografia com ênfase em estudos e pesquisas de Geografia Humana, Geografia Urbana, História do Pensamento Geográfico, Estágio Curricular obrigatório de Geografia, História da Disciplina Geografia; Metodologias do Ensino de Geografia; Currículo e Ensino de Geografia e Educação Ambiental. Faz orientação de Trabalhos de Conclusão de Cursos de graduação, pós-graduação e supervisão de Estágio de Pós-doutorado com atuação nos seguintes temas: cidades, urbanização, meio ambiente, educação e estágio supervisionado, metodologia, currículo, evolução do ensino de Geografia, Formação de Professores para o Ensino de Geografia, avaliação e Ensino de Geografia e Educação Ambiental. Foi coordenador de subprojeto - PIBID/Geografia no período de 03/2014 a 02/2018. Exerce, também, a função de Coordenador Geral da Feira de Profissões da UFPI desde julho de 2013. Realizou várias orientações de Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação (TCC), de especialização (Monografias) e de Mestrado (Dissertações) bem como supervisão de estágio de pós-doutorado. Participação em bancas examinadoras de graduação e pós-graduação. Participou, também, de comissões julgadoras de concurso público e de processos seletivos. Tem experiência em Comitê de Ética em Pesquisa - CEP. Tem participação efetiva em vários eventos nacionais e internacionais e intercâmbios acadêmicos entre universidades brasileiras: UFG, UFAL, UnB, UFPB, UFC, IFPI, UESPI e internacionais: Universidade de Lisboa e Universidade de Coimbra, em Portugal e Universidade de Valência na Espanha. É Líder do Grupo de Pesquisa em Geografia, Docência e Currículo - GEODOC, Geografia/UFPI. Participa do Grupo de Pesquisas em Formação Docente, História e Política Educacional - GPFOHPE, Educação/UFC; do Núcleo de Ensino e Pesquisa em Educação Geográfica - NEPEG, Geografia/UFG e do Grupo de Pesquisa em Ensino de Geografia, Geografia/UFRN. Idealizador e atual coordenador do Laboratório de Formação Docente e Ensino de Geografia - LAFODEG, Geografia/UFPI. Também, faz palestras motivacionais sobre profissões e de assuntos ligados à Geografia.

Publicado
10-10-2020
Como Citar
SANTOS, F. J. DA S.; ARAÚJO, R. L. DE. EDUCAÇÃO CONTEXTUALIZADA NO SEMIÁRIDO: O QUE A GEOGRAFIA TEM A VER COM ISSO? . Revista de Geociências do Nordeste, v. 6, n. 2, p. 178-185, 10 out. 2020.
Seção
Artigos