TRAJETÓRIAS ECONÔMICAS E ESPACIAIS DO GRUPO MRV:

REESCALONAMENTO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO

Autores

  • Bruna Ribeiro Corrêa FCT-UNESP
  • Samarane Fonseca de Souza Barros FCT-UNESP

DOI:

https://doi.org/10.21680/2177-8396.2021v33n3ID24419

Resumo

A produção imobiliária brasileira se transformou, a partir de 2009, com a criação do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV). Dentre as transformações, destaca-se a participação de grandes incorporadoras no desenvolvimento do programa. Este texto visa discutir a trajetória da MRV Engenharia S.A, abordando sua formação e consolidação como um grupo econômico, suas empresas subsidiárias e, por fim, objetiva-se discutir a partir da noção de reescalonamento as alterações nas estratégias deste Grupo frente ao espaço urbano brasileiro. Utilizamos como fontes relatórios disponibilizados pela B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) e dados sobre a produção do PMCMV presentes no site do Ministério de Desenvolvimento Regional. Notamos que ao longo do tempo, a MRV ampliou suas áreas de atuação e passou por mudanças que incorreram das estratégias de reescalonamento do Grupo em conjunto as demais alterações conjunturais e estruturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-03-2022

Como Citar

CORRÊA, B. R.; BARROS, S. F. de S. TRAJETÓRIAS ECONÔMICAS E ESPACIAIS DO GRUPO MRV:: REESCALONAMENTO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO. Sociedade e Território, [S. l.], v. 33, n. 3, p. 7–25, 2022. DOI: 10.21680/2177-8396.2021v33n3ID24419. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/sociedadeeterritorio/article/view/24419. Acesso em: 17 ago. 2022.