Detecção e estimativa de área queimada entre o limite do Parque Estadual de Vila Velha – PR e sua zona de amortecimento mediante sensoriamento remoto

  • Willian Samuel Santana da Roza
  • Selma Regina Aranha Ribeiro

Resumo

A Ciência Geográfica possui dentre seus objetivos de estudo a compreensão e análise dos fenômenos naturais e antrópicos do espaço geográfico. As queimadas inadequadas acarretam consequências negativas ao meio ambiente. Por meio de imagens de satélite é possível monitorar focos de incêndio e quantificar áreas queimadas. Este trabalho tem por objetivo identificar foco de incêndio do dia 28 de outubro de 2011 por meio da imagem Landsat TM 5, analisar o comportamanento espectral da queimada e estimar sua área localizada entre o Parque Estadual de Vila Velha - PR e sua zona de amortecimento. Por meio das seis bandas espectrais, analisou-se mediante os níveis digitais e composições coloridas o comportamento da fumaça e a área queimada na imagem. A partir do resultado dos processamentos digitais estimou-se a queimada que apresentou uma área de aproximadamente 43,605 hectares na cena analisada.

Palavras-chave: Queimadas; Geoprocessamento; Processamentos Digital de Imagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
02-05-2013
Como Citar
ROZA, W. S. S. DA; RIBEIRO, S. R. A. Detecção e estimativa de área queimada entre o limite do Parque Estadual de Vila Velha – PR e sua zona de amortecimento mediante sensoriamento remoto. Sociedade e Território, v. 25, n. 1, p. 102 - 118, 2 maio 2013.
Seção
ARTIGOS