EXPANSÃO DOS GRANDES EMPREENDIMENTOS DE MINERAÇÃO E TERRITÓRIOS EM DISPUTA NO CERRADO GOIANO (GOIÁS/BRASIL)

  • Ricardo Junior de Assis Fernandes GONÇALVES Universidade Estadual de Goiás
  • Marcelo Rodrigues MENDONÇA Instituto de Estudos Socioambientais na Universidade Federal de Goiás – IESA/UFG.
Palavras-chave: Território, Mineração, Efeitos Socioespaciais.

Resumo

O artigo propõe compreender a territorialização e expansão dos grandes empreendimentos de mineração nos territórios do Cerrado em Goiás. Ainda procura demonstrar que esse processo intensifica a apropriação do subsolo, entendido como território em disputa. A metodologia utilizada adota procedimentos da pesquisa qualitativa e levantamento de dados quantitativos. Verifica-se uma geopolítica das empresas de mineração e energia na ocupação do Cerrado, conforme a expansão dos grandes empreendimentos mineradores. Esse processo está associado a mundialização do capital e a reprimarização da economia brasileira contemporânea, colocando o Cerrado goiano no cenário mundial com a  produção de mercadorias por meio da modernização do território e implementação de empreendimentos econômicos dependentes da commoditização dos recursos naturais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Junior de Assis Fernandes GONÇALVES, Universidade Estadual de Goiás

Professor no Curso de Geografia da Universidade Estadual de Goiás - Campus Iporá.

Doutorando no Curso de Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Estudos Socioambientais da Universidade Federal de Goiás - IESA/UFG. 

Marcelo Rodrigues MENDONÇA, Instituto de Estudos Socioambientais na Universidade Federal de Goiás – IESA/UFG.

Professor nos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Estudos Socioambientais na Universidade Federal de Goiás – IESA/UFG. 

Publicado
29-09-2015
Como Citar
GONÇALVES, R. J. DE A. F.; MENDONÇA, M. R. EXPANSÃO DOS GRANDES EMPREENDIMENTOS DE MINERAÇÃO E TERRITÓRIOS EM DISPUTA NO CERRADO GOIANO (GOIÁS/BRASIL). Sociedade e Território, v. 27, n. 2, p. 206-228, 29 set. 2015.