A sexualidade tem um passado? Do érôs grego à sexualidade contemporânea: questionamentos modernos ao mundo antigo

  • Letticia Batista Rodrigues Leite
  • Natália Gonçalves de Souza Santos Universidade de São Paulo Bolsista FAPESP
  • Sandra Boehringer Faculté des Sciences Historiques – Université de Strasbourg
Palavras-chave: desejo, sexualide, Antiguidade

Resumo

As formas de conceber o amor e a sexualidade das sociedades antigas são bastante distintas daquelas que caracterizam as sociedades ocidentais contemporâneas. Aquelas pouco levavam em conta a ideia de uma identidade sexual. No âmbito da produção poética do período arcaico (VII-VI a.C.), os poetas insistem nos efeitos e na força de érôs. No século IV a.C., em uma passagem d’O Banquete, Platão elabora um mito filosófico que apresenta diversos aspectos de érôs como elã. Essas abordagens do mundo antigo, com o auxílio da categoria gênero, permitem historicizar nossas categorias, evidenciando a dimensão cultural e política da sexualidade contemporânea.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letticia Batista Rodrigues Leite

Possui licenciatura e bacharelado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2006) e mestrado em História Cultural pela mesma instituição (2009). Doutora em História pela Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne (Bolsista CAPES - Doutorado Pleno). Tem experiência na área de História, com ênfase em História Antiga, atuando principalmente nos seguintes temas: poesia (crítica e recepção), memórias, identidades, críticas feministas, homo(lesbo)erotismo.

Natália Gonçalves de Souza Santos, Universidade de São Paulo Bolsista FAPESP
Formada em Letras pela Universidade Federal de São Carlos, mestra em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo. Doutoranda em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo.
Sandra Boehringer, Faculté des Sciences Historiques – Université de Strasbourg
Autora de diversos artigos que tratam das questões de gênero e das sexualidades, ela é autora do livro L'homosexualité féminine dans l'Antiquité grecque et romaine, publicado pela renomada editora Les Belles Lettres. Atua como pesquisadora e ensina atualmente na Universidade de Strasbourg.
Publicado
09-05-2017
Como Citar
BATISTA RODRIGUES LEITE, L.; GONÇALVES DE SOUZA SANTOS, N.; BOEHRINGER, S. A sexualidade tem um passado? Do érôs grego à sexualidade contemporânea: questionamentos modernos ao mundo antigo. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, v. 10, n. 15, 9 maio 2017.