Sexualidade e virtualização em câmera privê: sociabilidade, desejo e consumo através da webcam

  • Maria Aparecida Ramos da Silva Professora no Departamento de Comunicação Social da UFRN e Doutoranda em Ciências Sociais - UFRN.
  • Allyson Darlan Moreira da Silva UFRN

Resumo

O presente trabalho busca discutir sobre as implicações do processo de virtualização das relações sexuais na sociedade contemporânea a partir do site Câmera Privê, mundialmente utilizado para práticas sexuais virtuais através do uso de webcams. Considerando a virtualização da interação social como uma consequência da midiatização, o corpo na sociedade atual encontra no progresso tecnológico, que alcança níveis de profundas mudanças sociais e econômicas, novas possibilidades de experiências sexuais entre os sujeitos, motivadas, entre outras coisas, por desejos e/ou interesses financeiros. Este artigo é parte de um estudo mais amplo em desenvolvimento, que utiliza a netnografia e a técnica da observação não-participante como metodologia para uma pesquisa exploratória interpretativa nas janelas de transmissões via webcam de modelos do gênero masculino, feminino e transexual no site de relacionamento Câmera Privê.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Allyson Darlan Moreira da Silva, UFRN

Mestrando no Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PPgEM-UFRN) 

Publicado
09-05-2017
Como Citar
RAMOS DA SILVA, M. A.; SILVA, A. D. M. DA. Sexualidade e virtualização em câmera privê: sociabilidade, desejo e consumo através da webcam. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, v. 10, n. 15, 9 maio 2017.