Identidade sexual, homossexualidade e grafitos escolares: possibilidades de leituras

Autores

  • Tânia Zimmermann UEMS
  • Adriano UEMS-UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MATO GROSSO DO SUL-PARANAÍBA

Resumo

Este artigo objetiva refletir sobre as representações da homossexualidade em alguns grafitos produzidos por adolescentes em uma escola estadual no noroeste paulista, entre os anos de 2018 e 2019 sob a perspectiva de gênero.  Buscamos identificar e analisar nas imagens as construções de subjetividades, estigmas, preconceitos de gênero e de sexualidade. Em relação a metodologia, trata-se de uma pesquisa descritiva-exploratória, de caráter qualitativo e com a lida das imagens utilizamos elementos de analise semiótica e da Análise Crítica do Discurso (ACD), pois permitem examinar aspectos socioculturais e linguísticos. Os resultados apontam a carência de pesquisas na formação docente sobre as temáticas, gêneros e   sexualidades, a existência de preconceitos relativos a homossexualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriano, UEMS-UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MATO GROSSO DO SUL-PARANAÍBA

 

Mestre em Educação pela UEMS-Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, Unidade de

Paranaíba-MS

Downloads

Publicado

09-07-2021

Como Citar

ZIMMERMANN, T.; CARDOSO, A. R. . Identidade sexual, homossexualidade e grafitos escolares: possibilidades de leituras . Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, [S. l.], v. 14, n. 22, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/22642. Acesso em: 30 jun. 2022.