Vida interrompida: Aborto e espiritismo nas representações de mulheres de grupos populares

Autores

  • Flávia de Mattos Motta
  • Angela de Araújo Silva

Palavras-chave:

Aborto. Espiritismo. Catolicismo. Interrupção. Religiosidade.

Resumo

Uma grande pesquisa sobre aborto em grupos populares urbanos em Florianópolis
investiga as representações sociais em torno do aborto. Neste artigo, são discutidos os
dados sobre espiritismo kardecista que apareceram no trabalho de campo etnográfico.
Embora a maior parte dos entrevistados se considere católica, frequentemente preceitos
do espiritismo são evocados nas reflexões sobre aborto. O evolucionismo presente na
doutrina kardecista traduz-se tanto na ideia de interrupção (da vida) como na de
aprimoramento individual das pessoas ao longo da vida, refletindo a respeito da
experiência do aborto. Seja para assumir o aborto realizado, seja para criticá-lo, o
espiritismo é acionado a fim de elaborar positivamente a experiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

10-12-2013

Como Citar

MOTTA, F. de M.; SILVA, A. de A. Vida interrompida: Aborto e espiritismo nas representações de mulheres de grupos populares. Bagoas - Estudos gays: gêneros e sexualidades, [S. l.], v. 7, n. 09, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/4658. Acesso em: 6 out. 2022.