De Collor a Temer

um breve itinerário da privatização da água no Brasil

Autores

  • Flávio José Rocha da Silva

DOI:

https://doi.org/10.21680/1982-5560.2019v20n2ID15827

Palavras-chave:

politica, agua, brasil, capitalismo

Resumo

Este artigo tem como objetivo fazer um breve resgate histórico do processo de privatização da água no Brasil promovida pelos governantes Fernando Collor de Mello (1990-1992), Fernando Henrique Cardoso (1995-2003), Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2011), Dilma Rousseff (2011-2016) e Michel Temer (2016). Embasamos nosso trabalho em pesquisa bibliográfica sobre o tema referido e análise de algumas leis que foram elaboradas e promulgadas pelos referidos governos que de alguma forma facilitaram o processo de abertura de capital de empresas públicas de saneamento estaduais e municipais e/ou a concessão de algumas destas nas chamadas Parcerias Público-Privada – PPPs. Embora a privatização da água não seja algo recente no cotidiano dos brasileiros e tenha acontecido com diversas roupagens em diferentes regiões do país ao longo da nossa história, este fato tomou consistência como política governamental desde o governo do presidente Fernando Collor de Mello, quando inicia-se a Era Neoliberal no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08/10/2021

Como Citar

SILVA, F. J. R. da. De Collor a Temer: um breve itinerário da privatização da água no Brasil. Revista Cronos, [S. l.], v. 20, n. 2, p. 71–87, 2021. DOI: 10.21680/1982-5560.2019v20n2ID15827. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/15827. Acesso em: 26 maio. 2024.