Disputas Hegemônicas nos Movimentos de Junho de 2013

  • Angelo Girotto Neto UFRN
Palavras-chave: movimentos de junho de 2013, política brasileira, disputas hegemônicas

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar os marcos ideológicos das disputas hegemônicas que envolvem os protestos de junho de 2013, tendo como agentes analisados os grupos sociais que disputaram sua orientação política. Parte-se de uma revisão bibliográfica completada por documentos da época para defender a hipótese de que durante os eventos de 2013 dois campos políticos – um representado pelas forças aliadas ao governo petista de Dilma Rousseff; outro pela oposição conservadora capitaneada pela mídia constituída em partido nos termos gramscianos – disputaram os sentidos das manifestações, gerando um impasse político que culminou no abandono temporário das ruas pelas principais forças políticas do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
11-09-2021
Como Citar
GIROTTO NETO, A. Disputas Hegemônicas nos Movimentos de Junho de 2013. Revista Cronos, v. 21, n. 1, p. 48-69, 11 set. 2021.