Movimentos Sociais, Arenas Decisórias e Dinâmicas na Elaboração do Programa Territórios da Cidadania

Autores

  • Shesby André Medeiros de Nascimento UFRN
  • Jenair Alves da Silva UFRN
  • Joana Tereza Vaz de Moura UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.21680/1982-5560.2020v21n1ID26611

Palavras-chave:

Movimentos Sociais, Arenas, Políticas Públicas, Territórios da Cidadania, Redes

Resumo

Esse artigo tem como objetivo tratar das relações estabelecidas pelos diversos atores políticos e sociais na construção do Programa Territórios da Cidadania- PTC, criado em 2008, baseado na ideia da gestão territorial e intersetorial. Com efeito, buscamos compreender práticas, discursos e redes mobilizados que resultaram em suas implicações no sistema político. Para tanto, identificamos alguns atores centrais no processo de construção da política pública a partir de um mapeamento sobre o Programa através de documentos e relatórios do Ministério de Desenvolvimento Agrário, especificamente da Secretaria de Desenvolvimento Territorial. Os documentos foram necessários para apontar as principais arenas decisórias que foram envolvidas nesse processo. A partir desse primeiro mapeamento, trabalhamos com entrevistas em profundidade com as pessoas que estavam envolvidas no processo de elaboração dessa política, buscando qualificar a discussão sobre os modos de participação e de envolvimento na construção da política. Buscamos, portanto, compreender as relações político-institucionais entre Estado e movimentos sociais no âmbito dos espaços de discussão que antecederam a criação do Programa. Percebemos que a ocupação de cargos é uma tática adotada por alguns movimentos sociais de modo a criar novas estratégias e estabelecer articulações possíveis com aqueles que estão dentro do Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09/11/2021

Como Citar

MEDEIROS DE NASCIMENTO, S. A.; ALVES DA SILVA, J.; VAZ DE MOURA, J. T. Movimentos Sociais, Arenas Decisórias e Dinâmicas na Elaboração do Programa Territórios da Cidadania. Revista Cronos, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 70–85, 2021. DOI: 10.21680/1982-5560.2020v21n1ID26611. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/26611. Acesso em: 24 fev. 2024.