TRABALHO INTERPROFISSIONAL E PRÁTICAS COLABORATIVAS EM SAÚDE DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19

Autores

  • Graciela Soares Fonseca UFFS
  • Bernarda Cesira Cassaro Hospital Regional do Oeste - Chapecó/SC
  • Emanoeli Rostirola Borin ESP/SC
  • Maurcio Lanzini Prefeitura Municipal de Rondinha-RS
  • Viridiane Klabunde Carabagialle UCEFF Faculdades – Chapecó-SC
  • Carolina Rogel de Souza UFSC
  • Fabiana Schneider Pires UFRGS

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Pandemia, Equipe de assistência ao paciente, Práticas colaborativas

Resumo

Introdução: desde 2020, muito se tem discutido sobre a organização das práticas de saúde para enfrentamento da covid-19, incluindo a revenção e recuperação das dezenas de sequelas atribuídas aos casos de doença na população. Diante desse contexto, é necessário desenvolver ações de vigilância epidemiológica de prevenção e promoção de saúde em conjunto com a Atenção Primária à Saúde. Objetivo: analisar o trabalho interprofissional e colaborativo na Atenção Primária à Saúde Atenção Básica frente aos agravos em saúde e a inter-relação com a pandemia de covid-19. Metodologia: estudo de abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, desenvolvido em uma Unidade Básica de Saúde localizada em um município de médio porte do estado de Santa Catarina. Participaram do estudo trabalhadores dos níveis superior, técnico e médio. A amostra foi definida, por conveniência, pelos dados coletados por meio de Grupos Focais. A análise foi realizada por meio da análise de conteúdo temática. Resultados: emergiram do material coletado as seguintes categorias de análise: concepções de interprofissionalidade e práticas colaborativas; a pandemia de covid-19 e o estímulo ao trabalho interprofissional; principais dificuldades enfrentadas para concretização do trabalho interprofissional durante a pandemia de covid-19. Discussão: a atuação multiprofissional foi vista como positiva, como forma de os profissionais conhecerem mais as demandas dos usuários e o trabalho dos demais colegas, ao passo que a sobrecarga de trabalho, por conta das grandes demandas geradas pela pandemia, comprometeu o trabalho colaborativo dentro e entre as equipes de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bernarda Cesira Cassaro, Hospital Regional do Oeste - Chapecó/SC

Enfermeira, Esp. em Centro Cirúrgico e Central de Materiais e Esterilização - Faculdade Inspirar. Enfermeira Assistencial - Hospital Regional do Oeste. 

Emanoeli Rostirola Borin, ESP/SC

Enfermeira, residente do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família (PREMULTISF) da Escola de Saúde Pública (ESP) de Florianópolis-SC. 

Maurcio Lanzini, Prefeitura Municipal de Rondinha-RS

Médico, Médico da Estratégia da Saúde da Família - Atenção Básica Prefeitura Municipal de Rondinha-RS, Médico hospitalista do Hospital Padre Eugênio Medicheschi, Rondinha-RS. 

Viridiane Klabunde Carabagialle, UCEFF Faculdades – Chapecó-SC

Psicóloga, especialista em atenção oncológica - residência multiprofissional em atenção oncológica - ALVF, psicóloga clínica e psicanalista, professora docente do curso de psicologia e odontologia da UCEFF Faculdades – Chapecó-SC.

Carolina Rogel de Souza, UFSC

Fonoaudióloga, Mestre em Ciências - FOUSP e doutora em Saúde Pública -FSP USP. Docente da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC.

Fabiana Schneider Pires, UFRGS

Cirurgiã-Dentista, Mestre em Saúde Coletiva – Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, e Doutora em Ciências – Faculdade de Odontologia da USP – Docente do Curso de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Downloads

Publicado

02/26/2024

Como Citar

SOARES FONSECA, G.; CESIRA CASSARO, B. .; ROSTIROLA BORIN, E. .; LANZINI, M.; KLABUNDE CARABAGIALLE, V. .; ROGEL DE SOUZA, C.; SCHNEIDER PIRES, F. . TRABALHO INTERPROFISSIONAL E PRÁTICAS COLABORATIVAS EM SAÚDE DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19. Revista Cronos, [S. l.], v. 24, n. 1, p. 95–115, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/34099. Acesso em: 18 maio. 2024.