PARA UMA PROBLEMATIZAÇÃO DA COLONIALIDADE E DA DECOLONIALIDADE A PARTIR DO CONJUNTO DE FERRAMENTAS FOUCAULTIANAS

Autores

  • Marcelo Sergio Raffin CONICET-UBA
  • Iván Gabriel Dalmau CONICET-UBA/UNSAM

Palavras-chave:

Foucault, Governamentalidade, Colonialidade, Biopolítica, Decolonialidade

Resumo

Neste artigo pretendemos mostrar que o trabalho de Foucault sobre a biopolítica e as formas modernas de governamentalidade não tem um caráter eurocêntrico. Em primeiro lugar, procuraremos recuperar as referências de Foucault à figura do colonizado, às relações coloniais e ao imperialismo no quadro das suas investigações sobre as formas de exercício do poder-saber na modernidade. Na sequência, nos ocuperemos de mostrar que as respostas fornecidas pelo filósofo à questão sobre a produção do “humano” na modernidade da Europa Ocidental podem fornecer chaves valiosas para a compreensão da colonialidade e da decolonialidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-07-2024

Como Citar

RAFFIN, M. S.; DALMAU, I. G. PARA UMA PROBLEMATIZAÇÃO DA COLONIALIDADE E DA DECOLONIALIDADE A PARTIR DO CONJUNTO DE FERRAMENTAS FOUCAULTIANAS. Revista Cronos, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 152–171, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/cronos/article/view/36580. Acesso em: 22 jul. 2024.