PLANTAR, REGAR E COLHER: A CULTURA PERIFÉRICA NO DOCUMENTÁRIO AMARELO - É TUDO PRA ONTEM

Autores

  • Eleandro Lopes Depieri Universidade de São Paulo
  • Francione Oliveira Carvalho Universidade Federal de Juiz de Fora

Resumo

O texto propõe uma reflexão sobre o documentário “AmarElo – É Tudo Pra ontem” (2020),  dirigido por Fred Ouro Preto que  explora todo o processo de criação do projeto AmarElo, do músico e militante negro, Emicida. O filme parte do show homônimo, realizado no Theatro Municipal de São Paulo, no ano de 2019, para problematizar a história da cultura negra e periférica no Brasil.  O artigo dialoga com as ideias de D’Andrea (2022), Almeida e Jesus (2021) e Fanon (1997). Acreditamos que o documentário constrói uma narrativa crítica aos processos colonialistas que ao longo da história do Brasil procuraram silenciar e apagar a contribuição de negras e negros na fundação e construção do país. Se as culturas negras brasileiras foram periferizadas e colocadas à margem do poder econômico, político e simbólico, Emicida aponta a periferia e a cultura negra para o centro do protagonismo cultural e político brasileiro. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eleandro Lopes Depieri, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná Campus de Toledo (2006). Licenciado em Pedagogia pela Unifran. Mestre em Ciências pelo Programa de Pós Graduação em Humanidades, Direito e outras Legitimidades- Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas- USP/ SP. É professor efetivo da rede estadual de São Paulo.

Francione Oliveira Carvalho, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutor e Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com Estágio Pó-Doutoral em História pela FFLCH-USP. É professor da Faculdade de Educação da UFJF, onde atua no PPGE/UFJF e lidera o MIRADA – Grupo de Estudo e Pesquisa em Visualidades, Interculturalidade e Formação Docente. É Professor Colaborador do Programa de Humanidades, Direitos e outras legitimidades -DIVERSITAS/USP.

Downloads

Publicado

02-02-2024

Como Citar

DEPIERI, E. L.; CARVALHO, F. O. PLANTAR, REGAR E COLHER: A CULTURA PERIFÉRICA NO DOCUMENTÁRIO AMARELO - É TUDO PRA ONTEM. Mneme - Revista de Humanidades, [S. l.], v. 24, n. 47, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/mneme/article/view/34637. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos