TÉCNICA MINIMAMENTE INVASIVA EM LESÃO BRANCA HIPOPLÁSICA: RELATO DE CASO

  • Joselúcia da Nóbrega Dias Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Iasmim Mainny Diógenes Veras Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Alex José Souza dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Boniek Castillo Dutra Borges Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Isauremi Vieira de Assunção Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Resumo


Introdução: As manchas dentárias, dentre elas a hipoplasia do esmalte corresponde a um dos motivos que fazem com que os pacientes busquem alterações no seu sorriso. O tratamento proposto deve ser sempre o mais conservador possível e buscar devolver a autoestima do paciente. Objetivo: Este trabalho objetivou apresentar um relato de caso clínico de paciente do sexo feminino, 26 anos, insatisfeita com a estética do seu sorriso por apresentar dentes escurecidos e hipoplasia de esmalte na face vestibular, em incisivo superior. Descrição do caso: Ao exame clínico foi observado escurecimento fisiológico e hipoplasia de esmalte no incisivo lateral superior esquerdo (22).O plano de tratamento proposto foi clareamento dental pela técnica associada (técnica de consultório + técnica caseira), remoção da mancha hipoplásica de forma minimamente invasiva e restauração em resina composta direta. Conclusões: Através de um correto diagnóstico, associado a uma técnica e seleção de material adequado, é possível conseguir excelência estética com preservação de estrutura dentária sadia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joselúcia da Nóbrega Dias, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutoranda em Ciências Odontológicas, Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Brasil.

Iasmim Mainny Diógenes Veras, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Especialista em Dentística, Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Brasil.

 

Alex José Souza dos Santos, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professor Assistente do Curso de Graduação em Odontologia e da Especialização em Dentística, Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Brasil.

Boniek Castillo Dutra Borges, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professor Assistente do Curso de Graduação em Odontologia e do Programa de Pós Graduação em Ciências Odontológicas, Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Brasil.

 

Isauremi Vieira de Assunção, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professora Assistente do Curso de Graduação em Odontologia, Especialização em Dentística e do Programa de Pós Graduação em Ciências Odontológicas, Departamento de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Brasil.

Publicado
16-01-2021
Como Citar
DA NÓBREGA DIAS, J.; MAINNY DIÓGENES VERAS, I.; JOSÉ SOUZA DOS SANTOS, A.; CASTILLO DUTRA BORGES, B.; VIEIRA DE ASSUNÇÃO, I. TÉCNICA MINIMAMENTE INVASIVA EM LESÃO BRANCA HIPOPLÁSICA: RELATO DE CASO. Revista Ciência Plural, v. 7, n. 1, p. 235-244, 16 jan. 2021.
Seção
Relato de Caso Clínico