CONDUTA DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS FRENTE À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Sabrina Paula Coelho do Nascimento Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I
  • Talyta Souza Barreto Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I
  • Aline Vieira Simões Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde II https://orcid.org/0000-0001-5465-4980
  • Cristiane Alves Paz de Carvalho Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I https://orcid.org/0000-0003-2736-5395
  • Fábio Silva de Carvalho Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I https://orcid.org/0000-0001-5084-3848

DOI:

https://doi.org/10.21680/2446-7286.2023v9n1ID29142

Resumo

Introdução: A violência doméstica, uma problemática constante na vida de muitas mulheres, possui dimensões globais. Esse infortúnio que assombra o sistema de saúde se intensificou ainda mais com as medidas de restrição social e o confinamento das vítimas com seus agressores por um longo período, no cenário de pandemia da Covid-19. Nesse sentido, é relevante falar sobre o acompanhamento multiprofissional, que deve ser garantido pelo Estado, e sobre as lesões provocadas pelos maus-tratos, sobretudo na face, que interferem na identidade visual, autoestima e qualidade de vida, acarretando desordens físicas e psicológicas na mulher. Objetivo: Essa pesquisa teve por objetivo identificar a conduta dos cirurgiões-dentistas frente à violência contra a mulher, por meio de uma revisão integrativa. Metodologia: A busca dos estudos foi realizada nas plataformas de bancos de dados da Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) e da National Library of Medicine (PubMed). Foram selecionados os textos completos, disponíveis em português, referentes aos últimos cinco anos (2017-2022) e utilizando os descritores "Violência contra as mulheres", “Saúde bucal”, "Autoimagem" e “Traumatismos da Face”. Em inglês na PubMed e português na BVS, combinados com o operador booleano “AND”. Resultados: Foram recuperados 51 estudos, dos quais utilizaram-se 13, pois esses satisfizeram os critérios de inclusão e exclusão, demonstrando que o tema de maior destaque foi a violência contra a mulher associada com a autoestima, autoimagem e predominantemente estudos transversais. Ainda, os dados encontrados não contemplaram completamente a indagação sobre o papel do cirurgião-dentista diante do acolhimento das vítimas da violência doméstica Conclusões: Os cirurgiões-dentistas como profissionais de saúde, inseridos diariamente no manejo das lesões de cabeça e pescoço, fazem parte do acolhimento das vítimas de violência doméstica e devem ser capacitados para lidar com as demandas necessárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Paula Coelho do Nascimento , Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I

Cirurgiã-dentista formada pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié

Talyta Souza Barreto , Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I

Cirurgiã-dentista formada pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié

Aline Vieira Simões, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde II

Professora Adjunta do Curso de Enfermagem

Cristiane Alves Paz de Carvalho, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I

Professora Adjunta do Curso de Odontologia

Fábio Silva de Carvalho, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Campus Jequié, Departamento de Saúde I

Professor Adjunto do Curso de Odontologia 

Downloads

Publicado

27-04-2023

Como Citar

COELHO DO NASCIMENTO , S. P. .; SOUZA BARRETO , T.; VIEIRA SIMÕES, A.; ALVES PAZ DE CARVALHO, C.; SILVA DE CARVALHO, F. CONDUTA DOS CIRURGIÕES-DENTISTAS FRENTE À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Revista Ciência Plural, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 1–24, 2023. DOI: 10.21680/2446-7286.2023v9n1ID29142. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/rcp/article/view/29142. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Revisão Integrativa