SAÚDE BUCAL NA PRÁTICA DO CANTOR LÍRICO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2446-7286.2023v9n1ID29303

Resumo

Introdução: Para que haja qualidade na emissão vocal, é necessária alta compreensão em relação aos conhecimentos específicos e cuidados com o sistema fisiológico da voz. Destacando-se a anatomia corporal e os mecanismos pneumofonoarticulatórios, que envolvem respiração, fonação e articulação. Objetivo: O objetivo da pesquisa foi analisar a autopercepção de cantores quanto a sua saúde bucal e com a sua própria fala; e se a saúde bucal interfere na prática do cantor lírico. Metodologia: Texto do método. Para a realização desta pesquisa, foi enviado por e-mail o link do questionário on-line a cantores líricos, de várias localidades, com a faixa etária entre 18 a 51 anos. Os dados foram analisados utilizando a estatística analítica e descritiva com o parâmetro do poder de teste de 95% e o erro α de 5%. Resultados: Os resultados indicam que 34,3% dos cantores líricos estão insatisfeitos com a saúde bucal, 62,5% identificou que possui pelo menos uma das condições ou alterações de saúde bucal citadas no questionário. Conclusões: O tratamento ortodôntico ou uso de prótese foram relatados como fatores que prejudicam o desempenho vocal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiane Cristina Santos da Silva, Universidade Federal do Pará

Cirurgiã-dentista.

Hosana Souza Neves Ramos, Universidade Federal do Pará

Discente na Faculdade de LETRAS - Línguas Estrangeiras Modernas - Habilitação em Alemão da Universidade Federal do Pará - UFPA.

Dione Colares de Souza, Universidade Federal do Pará

Doutora em Estudos Literários no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Pará. Mestre em Música- performance vocal pela University of Missouri- Columbia (EUA), Licenciada Plena em Educação Artística- Música com pós graduaçao latu- sensu em Fundamentos da Linguagem Músical. Diplomada em Canto Lírico pelo Conservatório Carlos Gomes em Belém e em Piano pela Escola de Música da Universidade Federal do Pará.

Geovana Freitas Colares, Universidade Federal do Pará

Acadêmica de odontologia da Universidade Federal do Pará.

Ana Daniela Silva da Silveira

Professora de Saúde Coletiva lotada na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Pará (Belém/Pará/Brasil). Possui mestrado em Odontologia Preventiva e Social, Doutorado em Ciências e Pós-doutorado em andamento na área de Saúde coletiva.

Downloads

Publicado

27-04-2023

Como Citar

DA SILVA, T. C. S.; RAMOS, H. S. N. .; DE SOUZA, D. C.; COLARES, G. F.; DA SILVEIRA, A. D. S. SAÚDE BUCAL NA PRÁTICA DO CANTOR LÍRICO. Revista Ciência Plural, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 1–15, 2023. DOI: 10.21680/2446-7286.2023v9n1ID29303. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/rcp/article/view/29303. Acesso em: 12 jul. 2024.