Boas Práticas no Turismo Brasileiro: ciclotur, uma viagem de bicicleta pelas paisagens do Geopark Araripe Mundial UNESCO

Autores

  • Luciana Silveira Lacerda Unicamp
  • Geovana Freitas Paim Rêgo Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Luciana Cordeiro de Souza Fernandes cente na Faculdade de Ciências Aplicadas da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Thais de Oliveira Guimarães UPE/Petrolina

Palavras-chave:

Geopark, Ciclorutismo, Desenvolvimento Econômico

Resumo

As atividades de esporte, lazer e recreação realizadas ao ar livre estão indiscutivelmente associadas ao bem-estar e a promoção da qualidade de vida. No território do Geopark Araripe no Sul do Ceará, inúmeras atividades são oferecidas aos visitantes, entre elas destaca-se a realização de trilhas e caminhadas pelos geossítios do território e no interior da Floresta Nacional do Araripe– FLONA Araripe. Para além das trilhas, destaca-se o ciclismo, com eventos já consolidados há mais de duas décadas. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica e documental, visando resgatar informações históricas e atuais sobre o cicloturismo, passeios ou viagens turísticas no qual se utiliza a bicicleta como principal meio de transporte, e que atualmente atrai centenas de visitantes para o território. Assim, o “Ciclotur” se consolida como uma atividade turística na região e além de promover saúde e bem-estar, contribui para a socialização e interação do movimento da economia e estímulo ao desenvolvimento territorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Silveira Lacerda, Unicamp

Licenciada em Geografia (URCA). Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Ceará (2008). Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Ensino e História das Ciências da Terra (PEHCT) do Instituto de Geociências da UNICAMP. Membro do Grupo de Pesquisa em Geodiversidade, Paisagem e Património – CNPq.

Geovana Freitas Paim Rêgo, Universidade Estadual de Feira de Santana

Universidade Estadual de Feira de Santana – Departamento de Ciências Humanas e Filosofia – área de Geografia. Feira de Santana, Bahia, Brasil.

Luciana Cordeiro de Souza Fernandes, cente na Faculdade de Ciências Aplicadas da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP

Doutorado (2005) e Mestrado (2001) em Direito, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), Professora Livre Docente na Faculdade de Ciências Aplicadas da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ensino e História das Ciências da Terra (PEHCT) do Instituto de Geociências - IG/UNICAMP.

Thais de Oliveira Guimarães, UPE/Petrolina

Geógrafa, Dra. em Geociências (UFPE). Professora Adjunta - UPE/Petrolina - Coordenadora do Curso de Licenciatura em Geografia. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental -PPGCTA/UPE. Líder do Grupo de Pesquisa em Geodiversidade, Paisagem e Património – CNPq. Coordenadora da Rede de Estudos em Geoeducação, Geocomunicação e Sustentabilidade (REGECOS). Colaboradora do Centro de Geociências da Universidade de Coimbra (CGeo - Portugal).

Referências

ALMEIDA, Frederico. Potencial do cicloturismo para o mercado de bicicletas. Clube de Cicloturismo, 2019. Disponível em: http://www.clubedecicloturismo.com.br/artigos-1/69-mercado-da-bicicleta/552-potencial-do-cicloturismo-para-o-mercado-de-bicicletas. Acesso em: 10 abr. 2023.

BARBIERO, Daniel. História das bicicletas. São Paulo: Biciclo, 2016.

BIKEHIKE. Qual é o número de bicicletas em uso na China, 2024. Disponível em: https://bikehike.org/what-is-the-number-of-bicycles-in-use-in-china/. Acesso em: 29 maio 2024.

BITTAR, Lucas. Manual de mountain bike: guia completo para iniciantes e veteranos. São Paulo: XYZ Editora, 2017.

BLEGER, José. Psicologia da conduta. Porto Alegre: Artes Médicas, 1984.

BOLÓS, Manuel de, et al. Teoría, métodos y aplicaciones. Manual de ciencia del paisaje. Barcelona: Masson SA, 1992.

BORGES, Luana Brito. Análise interdisciplinar de uma política pública em Goiás: programa de regionalização do turismo – roteiros do Brasil. Brasília: UNB, 2008.

BRASIL, Heloísa Soares. Plano Nacional de Turismo 2003/2006. In: II Congresso Brasileiro de Docência e Pesquisa em Turismo, 2003, Campo Largo. Faculdade Cenecista Presidente Kennedy, 2003.

BRASIL. Boas práticas: ciclotur Chapada do Araripe: uma viagem de bicicleta pelo território da Chapada do Araripe. [S.l.]: Centrais de Conteúdo, 2015. Disponível em: https://www.gov.br/turismo/pt-br/centrais-de-conteudo/04-12-15-boas-praticas-ciclotur-chapada-do-araripe-pdf. Acesso em: 08 abr. 2023.

BRASIL. Cadernos ODS. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 2019. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=34776. Acesso em: 18 mar. 2023.

BRASIL. Lei Nacional do Turismo. Planalto. Lei nº 11.771, de 17 de setembro de 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11771.htm. Acesso em: 08 abr. 2023.

BRASIL. Mapa regionalização do turismo no Brasil, 2019. Disponível em: http://www.regionalizacao.turismo.gov.br/images/conteudo/Mapa_2.pdf. Acesso em: 21 mar. 2023.

BRASIL. Mapas das regiões turísticas do Brasil 2019. Disponível em: http://www.regionalizacao.turismo.gov.br/images/pdf/cartilhas.pdf. Acesso em: 22 mar. 2023.

BRASIL. Mapa do turismo brasileiro (2019-2021). Ministério do Turismo. Disponível em: http://www.regionalizacao.turismo.gov.br/images/pdf/cartilhas.pdf. Acesso em: 18 mar. 2020.

BRASIL. Plano Nacional do Turismo 2013-2016. Disponível em: http://bibliotecadigital.seplan.planejamento.gov.br/handle/123456789/925?show=full. Acesso em: 12 mar. 2023.

BRASIL. Plano Nacional do Turismo 2018-2022. Disponível em: http://antigo.turismo.gov.br/images/pdf/PNT_2018-2022.pdf. Acesso em: 21 mar. 2021.

BRASIL. Programa de Regionalização do Turismo no Brasil 2006. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/Mapa_Final_2006.pdf. Acesso em: 04 abr. 2023.

BRASIL. Programa de Regionalização do Turismo no Brasil 2013. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/mapa_da_regionalizacao_novo_2013.pdf. Acesso em: 08 mar. 2023.

BRASIL. Programa de Regionalização do Turismo: diretrizes 2013. Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico Coordenação Geral de Regionalização. Disponível em: http://regionalizacao.turismo.gov.br/images/pdf/PROGRAMA_DE_REGIONALIZACAO_DO_TURISMO_-_DIRETRIZES.pdf. Acesso em: 15 mar. 2023.

BRASIL. Roteiros do Brasil. Ministério do Turismo. Programa de Regionalização do Turismo, 2004. Disponível em: http://www.regionalizacao.turismo.gov.br/images/roteiros_brasil/implementacao_do_plano_estrategico.pdf. Acesso em: 20 mar. 2023.

CONSELHO DA EUROPA. Convenção Europeia da Paisagem (CEP). Florença, 20 out. 2000. Disponível em: http://www.dhnet.org.br/direitos/sip/euro/ue_convencao_eu_paisagem. Acesso em: 20 nov. 2023.

DOS SANTOS VIEIRA, André. Gestão do patrimônio paisagístico: a contribuição do conceito de paisagem cultural. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 23, n. 42, p. 121-134, 2014.

DOS SANTOS VIEIRA, Laura Ferreira. A valorização da beleza cênica da paisagem do bioma pampa do Rio Grande do Sul: proposição conceitual e metodológica. 2014. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Geociências, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Porto Alegre.

GARCIA, Eduardo. Mesmo com pouca estrutura, cicloturismo cresce no Brasil e no mundo. Ciclo Vivo, 2016. Disponível em: https://ciclovivo.com.br/arq-urb/mobilidade/mesmo-com-pouca-estrutura-cicloturismo-cresce-no-brasil-e-no-mundo/. Acesso em: 12 mar. 2023.

MIELKE, Eduardo. Marketing turístico: planejamento, estratégias e casos brasileiros. São Paulo: Atlas, 2014

.

MOREIRA, Álvaro Augusto. Quem pedala não envelhece. Crato: BSG Boreau de Serviços Gráficos, 2013.

NASCIMENTO, Márcio Antônio Leite; SILVA, Mariana Lopes Nascimento; REIS, Fernanda Alves Guimarães Vieira. Geoparque Seridó: geodiversidade e patrimônio geológico no interior potiguar. Natal, 2020.

NATIONAL PARK SERVICE. Trail basics: single track trails. Disponível em: https://www.nps.gov/subjects/trails/single-track-trails.htm. Acesso em: 28 maio 2024.

O GLOBO. Bicicletas elétricas ganham espaço em cidades do interior e nas classes C e D. O Globo, 2019. Disponível em: http://www.oglobo.com/economia/bicicletas-eletricas-ganham-espaco-em-cidades-do-interior-nas-classes-e-d-23423885. Acesso em: 15 mar. 2023.

ONU NEWS. Em dia mundial, ONU diz que necessidades de pessoas que andam de bicicleta continuam negligenciadas. 2019. Disponível em: https://news.un.org/pt/story/2019/06/1674571. Acesso em: 15 mar. 2023.

ROCHA, Henrique. Ernesto Rocha: depoimento. Entrevista realizada por Luciana Lacerda, na elaboração deste artigo. Crato-CE, abr. 2021.

ROLDAN, Tatiana Regina Ribeiro. Cicloturismo: planejamento e treinamento. 2000. Monografia (Graduação) - Faculdade de Educação Física, UNICAMP, Campinas, 2000.

SALDANHA, Luciana; DECASTRO, João; SOUZA, Henrique Augusto Santos; TELLES, Rodrigo; GARCIA, Eduardo; AMARAL, João Pedro; BALASSIANO, Renato. O cicloturista brasileiro 2018: relatório geral. Rio de Janeiro: Coppe-UFRJ, 2019.

VERDUM, Ricardo; DOS SANTOS VIEIRA, Laura Ferreira; PIMENTEL, Mariana. As múltiplas abordagens para o estudo da paisagem. Espaço Aberto, v. 6, n. 1, p. 131-150, 2016.

Downloads

Publicado

05-06-2024

Como Citar

SILVEIRA LACERDA, L.; RÊGO, G. F. P. .; FERNANDES, L. C. de S.; GUIMARÃES, T. de O. . Boas Práticas no Turismo Brasileiro: ciclotur, uma viagem de bicicleta pelas paisagens do Geopark Araripe Mundial UNESCO. Turismo, Sociedade & Território, [S. l.], v. 6, n. 1, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revtursoter/article/view/35991. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos