A imagem do destino turístico como ferramenta dos influenciadores digitais

Autores

  • Nathalya Rabelo Universidade Federal de Pernambuco

Palavras-chave:

História do Turismo, imagem, Influenciadores Digitais, Turismo, Redes Sociais

Resumo

O presente artigo aponta o advento da internet nos últimos anos, e a representação que os influenciadores digitais têm desempenhado na promoção de destinos turísticos. Sua capacidade de alcançar um público amplo e engajar seguidores tem levado muitas marcas e órgãos de turismo a aproveitar sua influência para promover seus destinos. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo de sobre-exceder o impacto que os influenciadores digitais têm, através das percepções de imagens dentro das suas redes sociais. Neste contexto, a imagem do destino turístico desempenha um papel crucial na atratividade e no sucesso das estratégias de marketing. Em relação à estratégia de investigação utilizamos pesquisas bibliográficas e análise de estudos de caso. A metodologia adotada incluiu uma revisão sistemática da literatura, com foco em artigos científicos, relatórios de pesquisa e materiais relacionados ao tema. Os resultados revelam que os influenciadores digitais têm a capacidade de moldar a imagem de um destino turístico por meio de suas postagens e conteúdos. Ao compartilhar experiências, dicas e recomendações, eles influenciam a percepção dos seguidores sobre um determinado destino. Além disso, os influenciadores também podem contribuir para a criação de narrativas e storytelling em torno do destino, agregando valor emocional e aspiracional às experiências turísticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMBROSE, Gavin; HARRIS, Paul. Imagem. Porto Alegre: Bookman, 2009.

BARRETTO, Margarita. Manual de iniciação ao estudo do turismo. Papirus Editora, 2014.

BENI, Mário Carlos. Análise estrutural do turismo. Senac, 2019.

BOURDIEU, Pierre. Reprodução cultural e reprodução social. A economia das trocas simbólicas, v. 2, p. 295-336, 1982.

BUTLER, R. W. The Concept of a Tourist Area Cycle of Evolution: Implications for Management of Resources. Canadian Geographer. 1980, XXIV, p. – 12

Bieger, T., & Laesser, C. (2001). Segmenting travel on the sourcing of information. Consumer psychology of tourism, hospitality and leisure, 2, 153-167

CASTELLS, Manuel. A comunicação na era digital. O poder da comunicação, 2015.

CIALDINI, Robert B. Influence: The Psychology of Persuasion. Gyan Management Journal, v. 12, n. 2, p. 69-70, 2018.

COHEN, Scott A.; PRAYAG, Girish; MOITAL, Miguel. Consumer behaviour in tourism: Concepts, influences and opportunities. Current issues in Tourism, v. 17, n. 10, p. 872-909, 2014.

DUARTE, Eduardo. A Experiência do Cinema na Cidade do Recife nos Anos 1920. Revista Fragmentos de Cultura-Revista Interdisciplinar de Ciências Humanas, v. 16, n. 910, p. 721-732, 2006.

DELEUZE, G. A imagem do pensamento. In: ______. Diferença e repetição São Paulo: Graal, 2009b. p.189-240.

DURAND, Gilbert; PRAT, Montserrat. Lo imaginario. Barcelona: Ediciones del Bronce, 2000.

GASTAL, Susana. Turismo, imagens e imaginários. São Paulo: Aleph, p. 147-160, 2005.

GRAVARI-BARBAS, María; GRABURN, Nelson. Imaginarios turísticos. Via. Tourism Review, n. 1, 2012.

Kapitan, S., & Silvera, D. H. (2015). From digital media influencers to celebrity endorsers: attributions drive endorser effectiveness. Marketing Letters, 27(3), 553-567.

KARHAWI, Issaaf et al. Influenciadores digitais: conceitos e práticas em discussão. Communicare, v. 17, n. 12, p. 46-6, 2017.

LYONS, Barbara; HENDERSON, Kenneth. Opinion leadership in a computer‐mediated environment. Journal of Consumer Behaviour: An International Research Review, v. 4, n. 5, p. 319-329, 2005.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO (OMT). Tourism Highlights. Organização Mundial do Turismo, 2022. Disponível em: https://www.unwto.org/es Acesso: 10 dez. 2022.

PEREIRA, Gisele Silva. Comportamento do consumidor no turismo: tipologias e processo de tomada de decisão nas compras. III Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul, 2005.

RAMALHO, Bárbara Patrícia da Cunha. O papel dos influenciadores digitais portugueses na promoção de um destino turístico. 2019. Tese de Doutorado.

WANG, Zhe; MARAFA, Lawal. Tourism Imaginary and Landscape at Heritage Site: A Case in Honghe Hani Rice Terraces, China. Land, v. 10, n. 4, p. 439, 2021.

Downloads

Publicado

01-07-2023

Como Citar

RABELO, N. A imagem do destino turístico como ferramenta dos influenciadores digitais. Turismo, Sociedade & Território, [S. l.], v. 5, n. 1, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/revtursoter/article/view/32044. Acesso em: 23 abr. 2024.