DE EXCLUÍDO SOCIALMENTE A CRIMINOSO VIOLENTO: UMA ANÁLISE SOBRE A VIDA DE ARTHUR FLECK NO FILME “CORINGA” (2019)

Palavras-chave: Exclusão social, Violência, Crime, Análise fílmica

Resumo

Este artigo busca compreender, através da trajetória do personagem Arthur Fleck no filme “Coringa”, lançado no ano de 2019, a relação entre exclusão social, violência e crime. No trabalho, realizou-se um estudo exploratório, de natureza qualitativa, com coleta de dados que utilizou a ferramenta da análise fílmica. Os resultados obtidos indicam a relação entre as formas de exclusão social, através das desigualdades em sociedades capitalistas, com os diversos tipos de violência (simbólica, institucional e estrutural) e os atos criminosos. Portanto, para se pensar em soluções à violência, atenta-se para a necessidade das garantias de direitos e acesso à cidadania para aqueles em condições de vulnerabilidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taís de Jesus Mascarenhas, Faculdade Maria Milza

Graduanda em Direito pela Faculdade Marília Milza (FAMAM).

Lucas Ribeiro Campos, Faculdade Maria Milza

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal da Bahia (PPGH-UFBA). Professor da Faculdade Maria Milza (FAMAM).

Publicado
29-01-2021
Como Citar
DE JESUS MASCARENHAS, T.; RIBEIRO CAMPOS, L. DE EXCLUÍDO SOCIALMENTE A CRIMINOSO VIOLENTO: UMA ANÁLISE SOBRE A VIDA DE ARTHUR FLECK NO FILME “CORINGA” (2019). Revista Transgressões, v. 8, n. 2, p. 115-133, 29 jan. 2021.
Seção
Artigos