DIÁLOGOS TRANSCONSTITUCIONAIS NO DIREITO PENAL:

A ATUAÇÃO DE ORGANISMOS INTERNACIONAIS PARA GESTÃO DE PRESÍDIOS BRASILEIROS EM CONTEXTO DE PANDEMIA

  • Isabela Maria Pereira Paes de Barros Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
  • Maria Júlia Poletine Advincula OAB/PE
Palavras-chave: Sistema de justiça criminal, COVID-19, Cárcere brasileiro, Direito Constituicional, Direito Internacional

Resumo

O presente artigo discorre sobre a rápida disseminação do novo coronavírus (COVID-19) dentro dos presídios brasileiros, trazendo à tona um diálogo com o que dispõe a criminologia crítica acerca das características coloniais do cárcere no Brasil, enraizado em um passado punitivo perpetuado através dos mecanismos de controle de corpos encarcerados. Assim, recorreu-se às denúncias em nível internacional e à má gestão das penitenciárias brasileiras no período pandêmico, que se tornaram fortes expositoras da necropolítica praticada pelo governo federal. Dessa forma, analisa-se como as instâncias internacionais, sob a égide do transconstitucionalismo, são importantes para a mudança de paradigmas nacionais. A metodologia de pesquisa é qualitativa, com análise documental de resoluções e relatórios oficiais da Organização dos Estados Americanos; pesquisa bibliográfica, em artigos acadêmicos e livros, e pesquisa jornalística. O trabalho conclui sobre a importância da ação de organismos externos e sobre a influência do direito internacional dentro da política criminal brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabela Maria Pereira Paes de Barros, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Graduanda em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco.

Maria Júlia Poletine Advincula, OAB/PE

Advogada e pesquisadora.

Publicado
29-01-2021
Como Citar
PEREIRA PAES DE BARROS, I. M.; POLETINE ADVINCULA, M. J. DIÁLOGOS TRANSCONSTITUCIONAIS NO DIREITO PENAL:. Revista Transgressões, v. 8, n. 2, p. 278-295, 29 jan. 2021.
Seção
Artigos