A ILUSÃO DA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL COMO SOLUÇÃO DA VIOLÊNCIA INFANTO-JUVENIL

Autores

  • Maíra Souto Maior Kerstenetzky

Resumo

O presente trabalho apresenta uma crítica ao papel da mídia enquanto fomentadora de uma imagem ‘satânica’ da adolescência, da ideia de que em um presídio o jovem em conflito com a lei irá ser educado e não voltará a cometer crimes, da crença de que com o recrudescimento da lei e de que com maior punição, o adolescente irá praticar menos crimes e da crença de que a lei enfatiza apenas os direitos das crianças e dos adolescentes, mas não os responsabiliza como deveria. Ainda, esse estudo abordará a violência juvenil não como algo isolado, mas como um acontecimento que é acompanhado de diversos outros fatores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-01-2015

Como Citar

KERSTENETZKY, M. S. M. A ILUSÃO DA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL COMO SOLUÇÃO DA VIOLÊNCIA INFANTO-JUVENIL. Revista Transgressões, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 97–113, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/transgressoes/article/view/6579. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos