PROTEÇÃO ANIMAL, POLÍTICAS PÚBLICAS E A RETÓRICA DAS EMOÇÕES: LUTAS ENTRE CARROCEIROS, ANIMAIS E AGENTES EM NATAL / ANIMAL PROTECTION, PUBLIC POLICY AND THE THETORIC OF EMOTIONS: STRUGGLES BETWEEN CART WORKERS, ANIMALS AND AGENTS IN NATAL

Autores

  • Andressa Karla Silva Carvalho Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  • Carlos Guilherme do Valle

Palavras-chave:

Proteção animal, política, emoções.

Resumo

Este artigo pretende discutir o debate político e moral sobre a proibição do uso de carroças puxadas por animais na cidade de Natal (Rio Grande do Norte, Brasil). Como questão pública urbana, passou a se configurar um campo político que relaciona os mais diversos agentes societários e institucionais em torno da formulação e implementação de uma política pública - a Política Municipal de Retirada de Veículos de Tração Animal (PMRVTA). Desse modo, carroceiros, protetores dos animais, uma variedade de agentes governamentais, políticos e a imprensa vêm todos interagindo nos últimos 6 anos em relação a esse problema: o mal trato de animais provocado por certos trabalhadores, os carroceiros. Em síntese, discutimos sobre o debate e a formulação de uma política pública que está intimamente associada a um problema moral e a lutas simbólicas a respeito dos animais e do sofrimento que passam na cidade, em uma definição política do intolerável, o que igualmente aponta para outra questão: os limites e as infrações morais da responsabilidade e violência humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-10-2017

Como Citar

CARVALHO, A. K. S.; DO VALLE, C. G. PROTEÇÃO ANIMAL, POLÍTICAS PÚBLICAS E A RETÓRICA DAS EMOÇÕES: LUTAS ENTRE CARROCEIROS, ANIMAIS E AGENTES EM NATAL / ANIMAL PROTECTION, PUBLIC POLICY AND THE THETORIC OF EMOTIONS: STRUGGLES BETWEEN CART WORKERS, ANIMALS AND AGENTS IN NATAL. Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 49, p. 49–74, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/12798. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ 49