Ativismo vegano, sensibilização e emoções: Notas sobre o "Mc dia infeliz"

Autores

  • Diego Breno Leal Villela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Resumo

Neste artigo, tenho como objetivo central refletir sobre o ativismo vegano a partir daminha experiência de pesquisa realizada predominantemente na cidade do Natal-RN,mas que também se estendeu a outros contextos, tais como nas cidades de Recife-PE eCampina Grande-PB. Tomarei como foco privilegiado de análise uma manifestaçãodenominada pelos ativistas de “Mc Dia In-feliz” (MDI), ocorrida na cidade do Recife-PE, mas protagonizada por ativistas de diversos lugares do Brasil, entre eles, os ativistasda cidade do Natal-RN. Também abordarei algumas questões implicadas no processo detornar-se ativista vegano, bem como a relação entre o ativismo pelos direitos animais eo  tema   dos   movimentos   sociais   e   emoções,  tendo   em   vista   a   importância   que   aschamadas ações de sensibilização ocuparam no momento em que realizei a pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-10-2017

Como Citar

VILLELA, D. B. L. Ativismo vegano, sensibilização e emoções: Notas sobre o "Mc dia infeliz". Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 49, p. 135–154, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/12823. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ 49