NOVAS CARTOGRAFIAS SOCIAIS ARTICULANDO DUAS CIÊNCIAS

Autores

  • FRANKLIN PLESSMANN DE Carvalho Universidade Federal do Recôncavo - UFRB

DOI:

https://doi.org/10.21680/2238-6009.2018v1n52ID13972

Resumo

A experiência da construção de conhecimentos na ciência agroecologia refletida neste artigo se baseia nas relações de pesquisa e extensão com comunidades de fundo e fecho de pasto do interior da Bahia e que são orientadas através da interlocução com uma rede de pesquisadores e movimentos sociais vinculados ao Projeto Nova Cartografia Social. Aborda as implicações da minha trajetória profissional como agrônomo, na qual os processos de territorialização são referências para a compressão de modos de vida tradicionais. Conhecer esses modos de vida como base para a compreensão de racionalidades distintas que organizam sistemas produtivos em um conjunto de relações socioculturais próprias, marcadas por perspectivas específicas de relação com a natureza e uso dos recursos naturais. Esta relação com a natureza, sendo concebida dentro de uma perspectiva simbólica mais ampla de compreensão do mundo, no sentido que cada grupo social formula sua própria existência e a concepção de vida em geral. A realização de novas cartografias sociais permitindo a expressão de identidades, tendo a etnografia e a antropologia com referencias. A relação interdisciplinar da antropologia com as ciências agrárias num contexto de diálogo de saberes propiciando a renovação tanto de escolas do pensamento com a construção de um novo pensamento de escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-05-2019

Como Citar

CARVALHO, F. P. D. NOVAS CARTOGRAFIAS SOCIAIS ARTICULANDO DUAS CIÊNCIAS. Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 52, 2019. DOI: 10.21680/2238-6009.2018v1n52ID13972. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/13972. Acesso em: 1 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiê/Dossier