CULTURAS POPULARES, POLÍTICA CULTURAL E O ENCONTRO DE CULTURAS TRADICIONAIS DA CHAPADA DOS VEADEIROS – GO (2000-2020)

  • Bruno Goulart Professor efetivo do curso de Bacharelado em Antropologia da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), doutor em antropologia social pela UnB e mestre na mesma área pela UFRN. https://orcid.org/0000-0003-0220-6945

Resumo

Neste artigo pretendo refletir sobre a relação entre culturas populares e políticas culturais nos anos 2000 e 2010, enfocando a experiência do Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros (ECTCV), que ocorre na Vila de São Jorge (Alto Paraíso/GO). O evento, que reúne a dimensão de um festival de culturas e a de um fórum de debates e conversas sobre políticas culturais entre populações tradicionais, gestores públicos, pesquisadores, produtores, artistas, entre outros, foi concebido e apoiado enquanto uma ação de difusão e valorização das culturas populares e tradicionais. A proposta aqui é analisar especificamente o contexto que permite a emergência do ECTCV, o lugar do evento nas políticas públicas culturais e sua experiência com as mesmas ao longo de suas várias edições e em diferentes momentos do cenário das políticas culturais a nível nacional, assim como problematizar o formato e organização do evento. O material aqui reunido se baseia em documentos, entrevistas e trabalho de campo realizado entre os anos 2015 e 2017 no ECTCV.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
11-12-2020
Como Citar
GOULART, B. CULTURAS POPULARES, POLÍTICA CULTURAL E O ENCONTRO DE CULTURAS TRADICIONAIS DA CHAPADA DOS VEADEIROS – GO (2000-2020). Vivência: Revista de Antropologia, v. 1, n. 55, 11 dez. 2020.
Seção
Fluxo Contínuo/Continuous Flow