DO CAMPO DO VISÍVEL E INVISÍVEL À PERFORMANCE DE CURA ESPIRITUAL: UM ENSAIO ANALÍTICO SOBRE ATENDIMENTOS DE UMA PAJÉ CABOCLO EM SANTARÉM/PA

Resumo

Este artigo resulta da preocupação de abordar o tema da performance em práticas de interação social, pensado inicialmente para uma disciplina de curso de doutorado intitulada “Antropologia e Performance” no ano de 2016. Posteriormente, a partir de dados de campo na região do Baixo Amazonas, no final do mesmo ano, houve o interesse de produzir alguns insights sobre as intersecções do conceito com outras dimensões do vivido nas interações sociais produzidas em contextos de práticas de “cura espiritual”. Para tanto, analisamos o caso de uma pajé caboclo num sítio urbano do município de Santarém, no oeste do Estado do Pará, através de abordagem etnográfica, descrição de relatos e consultas pessoais. No transcorrer da análise foram elaboradas reflexões com contribuições da fenomenologia de Merleau-Ponty (1908-1961) e dos estudos em performance focando os aspectos ritualísticos da ação. Assim, buscou-se identificar alguns operadores performativos no atendimento de pessoas que recorrem a esses conhecimentos tradicionais de cura, bem como avaliar em que medida se estabelece conexões com a eficácia terapêutica ali investida. Em uma consideração ensaística foi possível verificar modelos de persuasão próprios da cultura da pajelança cabocla onde o que identificamos como performance de cura cumpre papel fundamental nos processos de cura espiritual.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
24-12-2020
Como Citar
SILVA, D. V. DO CAMPO DO VISÍVEL E INVISÍVEL À PERFORMANCE DE CURA ESPIRITUAL: UM ENSAIO ANALÍTICO SOBRE ATENDIMENTOS DE UMA PAJÉ CABOCLO EM SANTARÉM/PA. Vivência: Revista de Antropologia, v. 1, n. 56, 24 dez. 2020.
Seção
Fluxo Contínuo/Continuous Flow