RESTAURANTES A QUILO: UMA SOLUÇÃO BRASILEIRA PARA A ALIMENTAÇÃO DOS IMIGRANTES FRANCESES EM SALVADOR (BAHIA)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2238-6009.2021v1n58ID27610

Resumo

Em Salvador, muitos franceses vão aos restaurantes a quilo para almoçar. Este tipo de lugar de consumo de alimentos, largamente difundido no Brasil, se baseia em um funcionamento de self-service em buffet e pesagem do prato. Tal formato permite aos imigrantes franceses alcançarem as recomendações nutricionais diárias em sua alimentação cotidiana. Por meio de uma etnografia de quatro meses em Salvador sobre a alimentação dos imigrantes franceses, foi possível entrevistar estes últimos, conhecer suas representações sobre a cultura alimentar brasileira e observar suas práticas alimentares cotidianas no país de imigração. Surgem tensões na relação destes imigrantes com a alimentação cotidiana no Brasil. Para além de abordar essas tensões, esta pesquisa mostra de que forma o restaurante a quilo é, para os franceses, um lugar de apaziguamento na sua relação com a alimentação no Brasil. O restaurante a quilo aparece, de fato, como um espaço que torna possível a negociação das normas culturais da alimentação local e o prosseguimento das recomendações nutricionais difundidas na França, às quais os entrevistados continuam a aderir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21-12-2021

Como Citar

SIGRIST, M. . RESTAURANTES A QUILO: UMA SOLUÇÃO BRASILEIRA PARA A ALIMENTAÇÃO DOS IMIGRANTES FRANCESES EM SALVADOR (BAHIA). Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 58, 2021. DOI: 10.21680/2238-6009.2021v1n58ID27610. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/27610. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Fluxo Contínuo/Continuous Flow