EXPERIÊNCIAS ONLINE E OFFLINE NO CONSUMO DE MAQUIAGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21680/2238-6009.2023v1n62ID33772

Resumo

Este presente artigo pretende analisar a relação entre consumo e internet a partir de etnografia realizada entre consumidoras brasileiras de maquiagem. O objetivo é trazer uma reflexão sobre como tal relação permite discutir as interseções entre os mundos do online e do offline que estão presentes na vida contemporânea hiper conectada. Os dados apresentados foram coletados durante pesquisa de doutorado em Antropologia, no período de 2015 a 2019. O trabalho de campo foi realizado de forma multissituada, acompanhando virtual e presencialmente os produtos e suas consumidoras, grupo este formado de mulheres cisgênero, das camadas médias com idades entre 20 e 50 anos. A pesquisa demonstra como um entrelaçamento de questões do digital e do presencial na forma de consumir os produtos e aplicá-los em seus rostos. Sendo assim, este fenômeno pode servir de comparação ou ponto de partida para se pensar como tal entrelaçamento vem impactando a vida social, desde na forma de se realizar uma pesquisa até nas ontologias contemporâneas.

Palavras-chave: Consumo; Internet; Maquiagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-12-2023

Como Citar

MESQUITA, M. EXPERIÊNCIAS ONLINE E OFFLINE NO CONSUMO DE MAQUIAGEM. Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 62, 2023. DOI: 10.21680/2238-6009.2023v1n62ID33772. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/33772. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê/Dossier