Apresentação

Autores

  • Daniel Schroeter Simão Universidade de Brasília (UnB)
  • Juliana Gonçalves Melo Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Resumo

A antropologia do direito no Brasil tem já uma rica trajetória de estudos, com variadas e complementares abordagens. A preocupação de compreender, com um olhar antropológico, práticas do campo dos direitos (seja do universo jurídico, do campo da segurança pública ou dos movimentos por garantia de direitos individuais e coletivos) remonta, no Brasil, aos anos 1980. Este dossiê é um pequeno retrato dessa diversidade, resultante de uma frutífera parceria entre os Programas de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) por meio do projeto Procad UnB/UFRN “Conhecimentos tradicionais, Direitos e Novas tecnologias: Interfaces da antropologia contemporânea”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-03-2016

Como Citar

SIMÃO, D. S.; MELO, J. G. Apresentação. Vivência: Revista de Antropologia, [S. l.], v. 1, n. 46, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/vivencia/article/view/8768. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Apresentação/Presentation