Benefícios do uso da tecnologia Blockchain como instrumento para a auditoria contábil

Palavras-chave: Auditoria Contábil. Tecnologia Blockchain.

Resumo

Objetivo: Analisar quais os possíveis benefícios do uso da tecnologia Blockchain como instrumento para a auditoria contábil.

Metodologia: Para atingir o objetivo deste estudo, foi realizado um ensaio teórico por meio de uma seleção da literatura nacional e internacional sobre a auditoria contábil e os potenciais benefícios da tecnologia Blockchain. Além disso, foi analisada a relação desses potenciais benefícios com os procedimentos adotados pelo auditor contábil.

Resultados: Os achados da literatura mostram que, apesar das complexidades, a tecnologia Blockchain oferece uma oportunidade para aperfeiçoar os relatórios financeiros e os processos de auditoria. A adoção dessa tecnologia pode permitir que os auditores desenvolvam procedimentos para obter evidências de auditoria diretamente de Blockchains e adaptarem os procedimentos para usufruir dos benefícios dela, bem como abordar riscos incrementais e que, embora o processo de auditoria possa tornar-se mais contínuo, os auditores ainda terão que aplicar julgamento profissional ao analisar estimativas contábeis e outros julgamentos feitos pela administração na preparação das demonstrações financeiras.

Contribuições do Estudo: Acredita-se que este trabalho traz uma contribuição para um diálogo ativo e contínuo quanto ao uso do Blockchain nos processos de auditoria, bem como o conhecimento de vantagens que essa tecnologia oferece aos profissionais e despertará o interesse de pesquisa sobre o uso da tecnologia Blockchain na auditoria contábil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alcântara, Lucas Teles de. et al. (2019). Uso da tecnologia Blockchain como instrumento de governança eletrônica no setor público. Congresso Internacional de Contabilidade Pública, Lisboa. Portugal. Recuperado em 20 agosto, 2019, de http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/34651/1/EVENTO_UsoTecnologiaBlockchain.pdf.

Andujar, Alcides José Fernandes. et al. (2018). Os Impactos do Blockchain na Auditoria Contábil. Encontro Catarinense de Estudantes de Ciências Contábeis. Florianópolis. Santa Catariana. Recuperado em 05 setembro, 2019, de http://dvl.ccn.ufsc.br/ececon/arquivos_artigos/artigos/1476/20180726215907.pdf

Antonopoulos, A. (2017). Mastering Bitcoin: Programming the Open Blockchain. Sebastopol: O’reilly.

Association of Chartered Certified Accountants (2016). O Futuro da Auditoria. Recuperado em 20 agosto, 2019, de https://www.grantthornton.com.br/globalassets/_markets_/bra/media/arquivos-industrias/estudos/future-of-audit-1.pdf

Attie, William. (2010) Auditoria: Conceitos e Aplicações. São Paulo: Atlas S.A.

Bashir, I. (2017). Mastering Blockchain: Distributed ledgers, decentralization and smart contracts explained. Birmingham, Mumbai: Packt Publishing.

Boynton, William C., Johnson, Raymond N., & Kell, Walter G. (2002). Auditoria. Tradução de José Evaristo dos Santos. São Paulo: Atlas.

Brender, Nathalie., Marion Gauthier., Morin, Jean-Henry., & Salihi, Arber. (2018). The potential Impact of Blockchain on Audit Practice. Recuperado em 24 agosto, 2019, de https://search.proquest.com/openview/453b3d74e20a9536186af1f39ee05a02/1?pq-origsite=gscholar&cbl=536313

Cachin, C., Caro, A. D., Christidis, K., & Yellick, J. (2016). Architecture of the hyperledger Blockchain fabric. Zurich: Technical report, IBM Research.

Cai, Y., & Zhu, D. (2016). Fraud detections for online businesses: A perspective from Blockchain technology. Financial Innovation, 2(1), 20.

Camargo, R. V. W. et al. (2006). Uma Abordagem Sobre os Riscos de Auditoria na Emissão do Parecer. Semana do Contador. Maringá: Universidade Estadual de Maringá.

Chicarino, V. R. L., Jesus, E. F., Albuquerque, C. V. N., & Rocha, A. A. A. (2017). Uso de Blockchain para privacidade e segurança em internet das coisas. Simpósio Brasileiro em Segurança da Informação e de Sistemas Computacionais. Brasília. Brasil.

Conselho Federal de Contabilidade. (2015). NBC TA Estrutura Conceitual – Estrutura Conceitual para Trabalhos de Asseguração. Recuperado em 24 agosto, 2019, de http://www.cfc.org.br/sisweb/sre/docs/RES_1202.doc

Conselho Federal de Contabilidade. (2016a). Normas Brasileiras de Contabilidade: NBC TA 200 (R1) – Objetivos gerais do auditor independente e a condução da auditoria em conformidade com normas de auditoria. Brasília: Conselho Federal de Contabilidade.

Conselho Federal de Contabilidade. (2016b). Normas Brasileiras de Contabilidade: NBC TA 315 (R1) – Identificação e avaliação dos riscos de distorção relevante por meio do entendimento da entidade e do seu ambiente. Brasília: Conselho Federal de Contabilidade.

Conselho Federal de Contabilidade. (2016c). Normas Brasileiras de Contabilidade: NBC TA 330 (R1) – Resposta do auditor aos riscos avaliados. Brasília: Conselho Federal de Contabilidade.

Crepaldi, G. S. (2016). Auditoria Contábil: teoria e prática. São Paulo: Atlas.

Ferreira, J. E., Pinto, F. G. C., & Santos, S. C. dos. (2017). Estudo de mapeamento sistemático sobre as tendências e desafios do Blockchain. Revista Gestão Org, 15(Edição Especial), 108-117.

Iansiti, Marco, & Lakhani, Karim R. (2017). The Truth About Blockchain. Harvard Business Review. Recuperado em 24 agosto, 2019, de https://hbr.org/2017/01/the-truth-about-Blockchain

Institute of Chartered Accountants in England and Wales. (2018). Blockchain Technology and Its Potential Impact on the Audit and Assurance Profession. Recuperado em 05 outubro, 2019, de https://www.icaew.com/-/media/corporate/files/technical/information-technology/technology/Blockchain-and-the-future-of-accountancy.ashx

Ishikawa, M. T., & Bezerra, V. da F. (2002). A Responsabilidade e o Papel da Auditoria Independente de Demonstrações Contábeis. São Paulo: [s.e.].

Greve, Fabíola. et al. (2018). Blockchain e a Revolução do Consenso Sob Demanda. Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos. Recuperado em 20 agosto, 2019, de http://www.sbrc2018.ufscar.br/wp-content/uploads/2018/04/Capitulo5.pdf.

Katori, Fernanda Yumi. (2017). Impactos das Fintechs e do Blockchain no sistema financeiro: uma análise crítico-reflexiva. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso, Bacharelado em Ciências Contábeis, Universidade de Brasília, Brasília, Brasil.

Kraft, D. (2016). Difficulty control for Blockchain-based consensus systems. Peer-to-Peer Networking and Applications, 9(2), 397–413.

Lucena, Antônio Unias de. (2016). Estudo de arquiteturas dos Blockchains de Bitcoin e Ethereum. Recuperado em 20 agosto, 2019, de https://www.fee.unicamp.br/sites/default/files/departamentos/dca/eadca/eadcaix/artigos/lucena_henriques.pdf

Nakamoto, S. (2008). Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System. Recuperado em 05 outubro, 2019, de https://bitcoin.org/bitcoin.pdf

Oliveira, Guilherme Santos de. (2019). Considerações acerca da natureza jurídica das criptomoedas. Recuperado em 20 agosto, 2019, de http://www.pucrs.br//wp-content/uploads/sites/11/2019/01/guilherme_oliveira.pdf

Perez Junior, José Hernandez et al. (2011). Auditoria das Demonstrações Contábeis. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Rocha, E., & Migliorini, I. B. (2019). Estudo de viabilidade sobre a utilização do Blockchain na contabilidade. Cafi, 2(1), 99-111.

Rooney, H., Aiken, B., & Rooney, M. (2017). Perguntas e respostas. A Auditoria Interna está Pronta para o Blockchain? Technology Innovation Management Review, 7 (10), 41-44. Recuperado em 17 setembro, 2019, de http://doi.org/10.22215/timreview/1113

Simoyama, Felipe de Oliveira et al. (2018). Triple entry ledgers with Blockchain for auditing. Recuperado em 17 setembro, 2019, de http://iang.org/papers/TripleEntryLedgersWithBlockchain2017.pdf

Šurda, Peter. (2012). Economics of Bitcoin: is Bitcoin an alternative to fiat currencies and gold? Recuperado em 24 julho, 2019, de http://dev.economicsofbitcoin.com/mastersthesis/mastersthesis-surda-2012-11-19b.pdf

Swan, Melanie. (2015). Blockchain: Blueprint for a New Economy. Sebastopol: O'reilly Media.

Tapscott, D., & Tapscott, A. (2016). Blockchain Revolution. How the technology behind bitcoin is changing money, business, and the world. Nova York: Penguin Random House. 348 páginas.

Zyskind, G., & Nathan, O. (2015). Decentralizing privacy: Using Blockchain to protect personal data. IEEE security and privacy workshops (SPW2015), 1 (2), 180-184.

Publicado
02-01-2021
Como Citar
MAERVELYM PÂMELLA DE ANDRADE SIMÕES; JANEIDE ALBUQUERQUE CAVALCANTI; JANAINA FERREIRA MARQUES DE MELO; CRISTIANE QUEIROZ REIS. Benefícios do uso da tecnologia Blockchain como instrumento para a auditoria contábil. REVISTA AMBIENTE CONTÁBIL - Universidade Federal do Rio Grande do Norte - ISSN 2176-9036, v. 13, n. 1, 2 jan. 2021.
Seção
Seção 7: Internacional (S7)